publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 13 Abril , 2018, 22:02

solar1 013.JPG

 

Do velho “Solar dos Mesquitas” já quase nada resta. No chão, bem perto das escadas da Igreja, uma placa que, por mais de um século, se tornou um verdadeiro ícone da fachada do solar, com uma inscrição que se nos fixou à memória: “JAM 1898” (JAM: José de Abreu Mesquita).

As velhas paredes deste casarão, que iam teimando a sua resistência, sujeitas que foram às labaredas de Outubro e às intempéries deste tão prolongado inverno, cederam as forças finais à máquina demolidora que as fez tombar para sempre.

Claro, tinha de ser. Mas dói, dói até muito, principalmente aos mais velhos, tão habituados a encherem a vista do parceiro de há anos da Matriz.

Agora, daquele espaço, nasce um vazio, um buraco. Mas, há que sublimar! E não tarda que digamos: No Adro, onde antes era o “Solar”, desfrutamos agora de uma vista de encher o olho!

Que assim seja, porque daquele futuro nada se sabe. Do que vai ali ser feito há um silêncio e um mistério. E nem os da nossa autarquia local têm um pingo sequer de informação.

Aguardemos…

 

Nuno Espinal

 

solar1 001.JPG

 

solar1 015.JPG

 

solar1 009-001.JPG

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Abril 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
14

16
17
19
21

22
23
27

29
30


pesquisar neste blog