publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 08 Abril , 2019, 02:05

IMG_6075 (1).JPG

O tempo frio, ameaçador de chuva, terá afastado gente da manifestação religiosa programada para hoje, domingo. Mas, ainda assim a Matriz encheu-se de fiéis, muitos pertencentes às Irmandades de localidades vizinhas a Vila Cova.

Quando o Padre Daniel Rodrigues principiou a celebração da Missa, cerca das quatro e meia da tarde, chovia a bom chover e a perspetiva da realização da procissão do Senhor dos Passos estava seriamente ameaçada.

Quis a sorte que a chuva abrandasse e, aos poucos, parasse mesmo.

A procissão, cerca das cinco e meia, superou o espetro das bátegas de água e avançou Rua Direita acima, caminhou estrada fora e aos loureiros infletiu direita à Praça, onde a Verónica e as Três Marias entoaram os seus cânticos de toada triste, antecipando o ambiente emotivo e pesaroso do Encontro da Senhora das Dores com Cristo Crucificado, enquanto o Diácono Rui Tavares proferia o Sermão do Encontro, meditando sobre o dolorosíssimo sofrer da Mãe de Cristo, perante seu Filho carregando a Cruz e suportando a coroa de espinhos.

Após o quadro do “Encontro”, a procissão prosseguiu o seu curso até à Matriz, onde outro Semão, o do Calvário, foi proferido, agora pelo Padre Daniel Rodrigues. O Sermão surge como uma oração a documentar o quadro bíblico do Calvário, teatralizado, num palco improvisado na zona do altar, pelo Grupo “Os Gorgulhos”. Em aparente desenvolvimento fílmico, em sucessivos “takes”, são discorridas cenas do Calvário, a primeira, com um impacto profundo, com Cristo crucificado na Cruz. Excelente dramatização, a proporcionar uma imagem de grande efeito cénico.  Outra cena, de grande impacto refere o ato em que Cristo é levado da Cruz e deposto nos braços de Sua Mãe, Maria. Por fim, Cristo é levado para o sepulcro, sepulcro fora de cena, já entregue à imaginação dos espectadores.

Mais uma excelente “performance” dos Gorgulhos, agora ao jeito pantomímico, que confirma as grandes potencialidades que já se lhe reconhecem na arte dramaturga.

Terminou, com o Sermão do Calvário, o conjunto de manifestações religiosas que fizeram de Vila Cova centro da religiosidade, neste fim de semana, no concelho de Arganil. Apesar do tempo que, entre outros constrangimentos, obrigou ao cancelamento da Procissão da Senhora das Dores, tudo funcionou dentro do previsto, com fervor religioso e espetacularidade.

Daí, os nossos aplausos ao grande organizador desta série de acontecimentos religiosos: Padre Daniel Rodrigues.

 

Nuno Espinal 

IMG_6147.JPG

IMG_6068.JPG

IMG_6073.JPG

IMG_6084.JPG

 

 

 

 

 


comentários recentes
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
Abril 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
18

23
26
27

28
29


pesquisar neste blog