publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 22 Julho , 2015, 23:19

IMG_4054.JPG

 

A foto é recente, de um tempo presente. Mas, os tons diversificados de cor, na estampa registados, transmudei-os para “preto e branco”.

Os tempos de hoje maquilhados de passado. Porque o “preto e branco” nas fotos remete-nos para o passado. Mais do que uma convenção (tanto que o cinema a usa) é um estado de evocação do passado, das imagens fotográficas que, então, eram estampadas a preto e branco.

Há dias encontrei a Dª Albertina Gomes, com o seu doce sorriso, de mais de 95 anos.

Viajou no tempo, ancorou no passado, de 50, 60 e mais anos. Entrámos no reino da saudade.

-Sabe? Naquele tempo parece que havia mais alegria, éramos todos mais amigos…

Eis o travo amargo e doce da saudade…

-À noite, já na cama, antes de adormecer, revejo aquela gente toda. Quase todos falecidos. Faz-me tão bem recordá-los!

Eis o aconchego da saudade, por vezes algo triste, mas mais que triste, de conforto e exultação.

-Lembro-me dos seus avós, de sua mãe, a Laidinha, até me rio de me lembrar do rir que tinha…

Quanto me deleito nesta saudade. Não de ausência, mas de presença. Esta é a saudade que elejo. Uma saudade de amor, de coloridos afetos, mesmo que a pintalguemos a preto e branco.

A saudade do sonho…

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Julho 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
14
18

20

27
28


pesquisar neste blog