publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 19 Agosto , 2019, 19:59

68840330_2329295557184368_4934474328507940864_n (1)-001.jpg

A sardinhada com grande afluência/foto de José Artur  Leitão

 

No último sábado, dedicados vilacovenses deram um exemplo afincado de que ainda há dirigentes de instituições que se esmeram para que a sua ação de serviço institucional contribua para evitar o estiolamento do movimento associativo das aldeias, cada vez mais ameaçado por razões conjunturais.

A “sardinhada”, organizada pela direção da nossa “Flor do Alva”, é bem testemunho de uma luta constante dos seus dirigentes na busca de um suporte financeiro, mínimo que seja, para continuar a sustentar a Filarmónica.

Mas, a questão, mais que financeira, apega-se, fundamentalmente, ao número cada vez mais reduzido de filarmónicos que integrem a Banda.

Tudo indicia que, a breve prazo, o número de filarmónicos disponível seja insuficiente para que a Banda Filarmónica se afirme na sua tradicional caracterização.

Ora, esta putativa situação remete-nos para uma pergunta: perspetiva-se, assim, a dissolução da Sociedade Filarmónica Flor do Alva?

É uma probabilidade se acaso dirigentes e associados se conformarem nessa situação. Mas há que considerar que esse possível destino possa ser ultrapassado, desde que se percecione que a Sociedade Filarmónica Flor do Alva tem condições para manter uma atividade musical, ainda que em moldes diferenciados daquilo que é a sua caracterização como formação de Banda Filarmónica.

O know how de que Flor do Alva dispõe, a par de um acervo de instrumentos musicais, com incidência nos sopros e precursão, são alicerces para a consideração de distintos projetos musicais, como, por exemplo, uma miniorquestra ou formações afins a outros paradigmas musicais.

Com uma mudança nos parâmetros referidos, continuará a cumprir-se o principal desígnio da Flor do Alva, ou seja, para além do padrão lúdico, a promoção da educação e da cultura musicais.

 

Nuno Espinal


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Agosto 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15

18
20
21
22
23

25
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds