publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 19 Maio , 2014, 08:48

 

Como escreve, em título, José Luís-Ferreira, no folheto dedicado à exposição de pintura de Jorge Fernandes – “quando, em pintura, o amor é declarado”.

Nada melhor, que estas breves palavras, para dizer quase tudo do que transpira da pintura de Jorge Fernandes.

Amor à pintura, amor aos temas que pinta, amor na razão do que pinta.

Vila Cova é-lhe tema de eleição.

Citando ainda José Luís Ferreira: “Em odes á Natureza. Poemas à sua Terra. Com a ternura plasmada. O autógrafo dos seus óleos. Bafejados por um amor filial”.

Jorge Fernandes é já nosso. Assim o dizem os da “Malta”. Assim o devem sentir os Vilacovenses.

 

Nuno Espinal

 

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
Maio 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14
15

24

27


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds