publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 22 Outubro , 2014, 23:29

Carolina_Beatriz_Ângelo.jpg

 

O Henrique Gabriel propõe que publiquemos, em adenda ao nosso apontamento “Igualdade de Géneros?”, publicado sábado passado, uma referência a uma senhora, Carolina Beatriz Ângelo, que granjeou lugar na História Contemporânea Portuguesa, ao ser a primeira mulher a votar no País, por mérito da sua sagacidade e, acima de tudo, pela luta em que se empenhou como sufragista.

A I República portuguesa impedia o sufrágio feminino, só o permitindo aos cidadãos que tivessem mais de 21 anos de idade, soubessem ler e escrever e fossem chefes de família, sem especificar, por deslize do legislador, o género a que pertenciam.

Ora, Carolina Beatriz Ângelo que era médica e chefe de família, por força de ter enviuvado, utilizou o argumento de que possuía os requisitos legais que lhe davam o direito de poder votar.

E votou mesmo, isto em 1911, contra a vontade da elite do poder que não tolerava direitos iguais entre homens e mulheres, em muitas manifestações de cidadania, nomeadamente o direito ao voto, o qual, em 1913, por já prevista alteração da lei, especificava que só os «chefes de família do sexo masculino» podiam eleger e ser eleitos.

Esta senhora faleceu muito nova, com 33 anos de idade, mas ainda assim teve um historial de muita dedicação e coragem como militante feminista.

Aqui fica a nossa homenagem e um obrigado ao Henrique Gabriel pela achega que nos deu.

Já agora uma curiosidade: Sabem quem é trineto, por descendência materna, desta senhora? O próprio filho do Henrique Gabriel,  o Vasco Ferreira, que todos os anos, no período de férias escolares, passa uns dias em Vila Cova, em casa dos avós paternos.

E já agora outra curiosidade: a Dra. Carolina Beatriz Ângelo foi casada com um médico de nome Januário Barreto, trisavô do nosso Vasco Ferreira. Sabem de que Instituição foi, este senhor, co-fundador? Nem mais nem menos do que da Instituição que tem por nome Sport Lisboa e Benfica, da qual foi Presidente à data de 1906.

E haja cuidado com juízos precipitados! É que, ao que sei, o Vasco Ferreira, filho do Henrique, até é do Sporting.

 

Nuno Espinal


Jaques a 8 de Março de 2015 às 18:07
Como é que Januário Barreto pode ter sido co-fundador do "Sport Lisboa e Benfica" se este clube apenas nasceu em 1908 (da fusão do "Sport Lisboa" com o "Grupo Sport Benfica")?
Januário Barreto foi, aliás, um dos muitos que não concordaram com essa "fusão", e por isso é que se tornou sócio do Sporting em 1909, pelo que não me espanta que os seus descendentes também o sejam...
Cumprimentos.

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

14
16
17
18

21
23
25

31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds