publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 31 Agosto , 2011, 22:56

Dias cinzentos, estes últimos, deste tão atípico Agosto. Há quem peça chuva, a pensar nas culturas caseiras, e a chuva até vai caindo, ainda que a espaços, mas a afastar do rio os que se previam em refrescantes mergulhos de dias supostamente acalorados.

E é um ver se te avias com a exaustão do velho ditado: primeiro de agosto, primeiro dia de inverno…

E o ditado, nos tempos que correm, até tem alguma lógica. Não tanto pelo tempo que faz. Afinal trata-se, tão só, de um excêntrico agosto, que acontecerá de quando em quando, fruto de singularidades da natureza. Mas a sua lógica, amigos, vem da própria criação humana. É que (e a coisa é de pasmar) ainda nem ao outono chegámos e as nossas televisões já exibem um anúncio com música de natal.

Esperem-lhe então pela pancada. As luzes tremeliques não tardam e vão aparecer penduradas em muitos dos casarios “por aqui e por ali”.

Ah! Já me esquecia! Talvez não. É que o preço da eletricidade já sobe amanhã…

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Agosto 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
20

23



pesquisar neste blog