publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 30 Outubro , 2010, 14:56

“Logo que o Outono venha procura a lenha”. Mas, até agora, não foi tanto assim. Só por esta altura o frio parece dar sinais que obrigam ao atear do braseiro. E a chuva, de repente, emergiu forte e dominadora.

 

Hoje, de manhã, esta conversa retratava algo do que neste momento, por cá, acontece:  

 

-Oh mulher, bom dia. Está de chuva!

-Bom dia. E tem caído bem.

-Já nem era sem tempo.

-Até há um ditado que diz: A chuva falta nos meses mas nunca falta no ano.

-Olha, que chova, é bem precisa. Bem, tenho de ir. Tenho gente de Lisboa, que vem cá passar os finados.

-E eu vou ajudar o "mê" homem. Andamos no alambique pr’á aguardente

 

Retempero a vista no maravilhoso dos castanhos e amarelos outonais das árvores. E assobio uma velha melodia que diz: "Ontem, hoje e amanhã…

 

Nuno Espinal

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

20

24
27
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds