publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 30 Outubro , 2010, 14:56

“Logo que o Outono venha procura a lenha”. Mas, até agora, não foi tanto assim. Só por esta altura o frio parece dar sinais que obrigam ao atear do braseiro. E a chuva, de repente, emergiu forte e dominadora.

 

Hoje, de manhã, esta conversa retratava algo do que neste momento, por cá, acontece:  

 

-Oh mulher, bom dia. Está de chuva!

-Bom dia. E tem caído bem.

-Já nem era sem tempo.

-Até há um ditado que diz: A chuva falta nos meses mas nunca falta no ano.

-Olha, que chova, é bem precisa. Bem, tenho de ir. Tenho gente de Lisboa, que vem cá passar os finados.

-E eu vou ajudar o "mê" homem. Andamos no alambique pr’á aguardente

 

Retempero a vista no maravilhoso dos castanhos e amarelos outonais das árvores. E assobio uma velha melodia que diz: "Ontem, hoje e amanhã…

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
As nossas condolências para a família toda.Frenk e...
" Ser Poeta ė ser mais alto...(Florbela Espanca)Qu...
Caro Nuno: Gostei muito. Aliás não esperava outra ...
Demasiado jovem para partir.Que descanse em paz.
Sentidos pêsames a toda a família. Muita força e c...
Boa tarde. Qual é o valor em ml de 2/5 de azeite?
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

20

24
27
28



pesquisar neste blog