publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 18 Outubro , 2010, 09:29

Muitos foram os adeptos que se deslocaram ao campo João Rafael Abranches de Figueiredo a fim de avaliarem o novo “Vilacovense”, recentemente forjado em condições um tanto atribuladas. Do adversário, a equipa de Lourosa, dizia-se que se tinha adquirido bons reforços e que, esta época, seria uma séria candidata a lugares de topo.  

Mas o jogo acabou por revelar do Vilacovense algo que já era esperado e do Lourosa nada que tivesse contribuído para as expectativas criadas. É evidente que estamos ainda na fase de preparação e que há espaço que pode permitir uma evolução, que obviamente se espera das duas equipas. Mas há dados que desde já se mostram como incontornáveis e é admissível que o Vilacovense não atinja o s índices das últimas épocas.

Desde já um ponto número um: Antes pouco do que nada. E haver uma equipa com o emblema de Vila Cova a disputar o “Inatel 2010/2011” é desde já uma grande vitória. E só por isso saúdem-se dirigentes, treinador e jogadores. Claro que todos nós gostamos de ganhar. E os adeptos do Vilacovense habituaram-se nos últimos anos às vitórias e ao gosto de apoiarem uma equipa de alto gabarito, a conquistar lugares classificativos cimeiros. Mas o ciclo de resultados quase sempre vitoriosos é provável que possa fazer uma pausa.

A actual equipa conta com jogadores novos, por isso com menos entrosamento, ao contrário do Vilacovense das últimas épocas, formado por jogadores que se conheciam, experientes e de possantes índices atléticos.

O resultado do jogo de ontem espelha o que se passou em campo. O Vilacovense a deixar isolar adversários, que em velocidade transpunham o seu quarteto defensivo, o meio campo pouco produtivo e a não fazer a transposição de bola para os atacantes.

Valeu a entrega de todos os jogadores e cabe aqui uma referência à presença em campo de dois dos “antigos” que serão pedras importantes neste novo Vilacovense: Cruz e Mota. Mas, há ainda que contar com Paulo Ribeiro, Kikas, Fábio Leitão, entre outros, jogadores estes que desde há muito sentem o emblema do Vilacovense.

Uma palavra para os adeptos. Há que apoiar o Vilacovense. Em princípio de ciclo, aos poucos o Vilacovense tornará à senda das vitórias. Agora é tempo de acarinhar a equipa que temos. Em cada jogo pede-se acima de tudo espírito de luta, entrega e desportivismo dos jogadores. E dos adeptos o aplauso, ganhe-se ou perca-se. E sempre que houver vitória, tanto melhor…   

 

Nuno Espinal


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
Outubro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

16

20

24
27
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds