publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 22 Junho , 2010, 21:44

Porque algo está a funcionar mal…e porque será?

Porque tem de haver sempre o desejo de atingir outro patamar. Mas um maestro pode fazer um trabalho razoável e estar consciente das limitações que enfrenta, por isso não deve desesperar se os resultados tardarem. Estou a falar de um período em que não se avança nada. Quem vive a música realmente a sério sofre, vai para casa triste. Na semana seguinte, tenta arranjar uma estratégia para corrigir os erros do último ensaio, da gramática musical. No dia seguinte está tudo bem. Claro que há sempre maus momentos.

Comecei a preparar o futuro da banda, numa perspectiva de evolução, na senda de outros projectos mais sérios e mais amplos, com todo o respeito pelas festas populares, sem as quais as bandas não existiriam. Temos de ser realistas. As romarias fazem parte das bandas filarmónicas. O que acho é que quem agora deve evoluir são precisamente as romarias, as bandas já estão nesse caminho.


Gostei da ideia do CD…mas fico à espera para ver, fala a experiência.


António Simões, Maestro


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9





pesquisar neste blog