publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 26 Janeiro , 2010, 01:05

Cléver Márcio de Sousa, em primeiro plano, o segundo a contar da esquerda.

 

O tom moreno de pele e o sotaque caracterizavam-no como um brasileiro típico dos muitos que procuram Portugal como reduto do sustento da vida. Residia actualmente em Vila Cova e tinha uma simpatia irradiante, que captava amizades, que as tinha em especial juntos dos da sua idade.  

Hoje, segunda-feira, um acidente de mota destinou-lhe a grande tragédia da morte. Uma morte que dói a amigos e conhecidos, mas que não deixa indiferente quem quer que seja perante os seus vinte e quatro anos de idade.

Tudo aconteceu ao final da manhã, na zona da Alagoa em Arganil. Morreu o Cléver. O seu nome foi notícia no Miradouro quando integrava a equipa do Vilacovense, na época de 2007/2008. Hoje, por motivos que ninguém desejaria, torna a ser notícia. A derradeira notícia do último acto da sua vida.

 


Rafael Pedrosa a 30 de Janeiro de 2010 às 15:55
A toda a família do jogador, amigos, colegas de equipa, em nome da equipa da Casa do Povo do Alqueidão, os nossos sinceros pesâmes... Todo o grupo de trabalho da equipa do Alqueidão deseja que toda a equipa de Vila Cova tenha força para continuar em frente dedicando a vitória na vossa série ao vosso, nosso, colega. Saudações

comentários recentes
Mais um homem bom que nos deixa. Há tempo que não ...
A perda de um amigo e a amigo da minha família, de...
Publiquei um comentário sobre o meu tio Zé, não ch...
Tio Zé Torda , descanse em paz e que DEUS o pon...
Tio Zé Torda, descanse em paz e que Deus o ponh...
Caro Dr. NunoFoi sem dúvida uma tarde e uma noite...
Sinceros sentimentos pelo falecimento do Tó Man...
Não foi de Covid
DISTÂNCIA/SEPARATISMO DOS PARASITAS-HORRORIZADOS c...
Foi de Covid-19?
Janeiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
16

19




pesquisar neste blog