publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 15 Dezembro , 2009, 01:36

Acreditem que sou pouco de cortesias. Em especial das que mais não são do que puras menções virtuais, sem conteúdo e sentimento reais. Dizer-se a alguém, que não é mais do que um mero conhecido, de que se lhe deseja um ano de 2010 “que tenha tanto de bom como para os meus”, por exemplo, é de uma falsidade que repugna. Porque é uma total mentira.

O Natal é isto também. Quantas vezes, falso, cínico e hipócrita. Mas há que sublimá-lo no que de genuíno e sinceridade tem. Dizia-me ontem alguém, a propósito da festa das crianças: “estava bastante gente/…/os vilacovenses unidos, foi bom de ver./…/Que haja um bom Natal para todos!”, rematava em conclusão.

E disse-o com a melhor das fés. Eu, confesso, acreditei.

 

Nuno Espinal

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
19




pesquisar neste blog
 
subscrever feeds