publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 02 Agosto , 2009, 07:40

Um Sábado, primeiro de Agosto, marcado por chuva, que só sentiu o dissipar do cinzento ao cair da tarde. Até aí, ruas desertas, sem viv’alma. Mesmo a Várzea da Vila, sem o bulício jovem do acampamento de escuteiros dos últimos dias. Apenas as tendas, alinhadas em círculo, silenciosas. Dia incomum para Agosto.

Mas, de repente chega o Sol. Escuteiros enchem a vila com os seus cantos, gente de Coimbra, convidada para uma sardinhada no Convento, anima a estrada em passeio até à Fonte dos Passarinhos e a Flor do Alva, regressada de uma saída,  percorre a estrada em toque de passe doble.  

Isto sim, até parecia Agosto de outros tempos…

 

Nuno Espinal

 

 

 


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
Agosto 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9





pesquisar neste blog
 
subscrever feeds