publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 27 Janeiro , 2009, 02:09

Foram  fortes as chuvadas caídas na semana passada. E logo as margens do Alva transbordam, a Fonte de S. Sebastião jorra água em abundância e o velho ribeiro ressurge. O Inverno tem sido rigoroso.  Há quem aspire ardentemente por dias de sol, por céu azul: “Quem me dera em Abril!” – exclama alguém, na ansiedade dos seus verdes anos.

E eis que uma senhora idosa, queixo caído em mãos apoiadas na bengala, olhar vago e longínquo, deixa em aviso: “Não tenham pressa… dêem ao tempo o tempo que é do tempo…“  

 

Nuno Espinal

 

 

 


comentários recentes
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

13

19
23

26


pesquisar neste blog