publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 06 Novembro , 2008, 23:43

 

Pois é. Vila Cova do Alva tem destas coisas. Desperta sentimentos e admiração. E quem por lá passa e se detém a observar os seus encantos, faz logo a promessa de retornar e interagir com toda a sua envolvência.
Todo o património histórico que lhe pertence, devia, por quem de direito, merecer uma atenção mais profunda, de modo a que toda a sua riqueza patrimonial se revalorizasse e ocupasse o lugar que o rigor da tradição lhe impõe.
Todas as colinas que a rodeiam, manchadas de verdes e frondosas árvores, de cujo ventre brotam águas puras e cristalinas, com o rio Alva a serpentear a seus pés num deslizar incessante e inesgotável, e muitos mais atributos que lhe são mais que devidos, dariam para transformar Vila Cova de Alva numa estância de veraneio de excelência.
Apetece-me plagiar uns versos do poema Viagens na Minha Terra de António Nobre:
 
“Ó Vila Cova da minha infância
Não sei que é, amo-te à distância,
Amo-te mais quando estou só…”
 
Um abraço
 
Quim Espiñal

 


comentários recentes
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
Novembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9

18

25



pesquisar neste blog