publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 08 Março , 2007, 17:13
Foi em 1957. Os jornais e a rádio falavam profusamente no assunto. A voz popular comentava. E a interrogação surgia. A caixinha mágica, a televisão, como seria? Aos poucos o mistério ia-se desvanecendo, ainda que televisores não passassem de muitos poucos, de meia dúzia, alguns, por estratégia, colocados em montras de estabelecimentos, onde se juntavam grupinhos de gente embasbacada, perante as imagens que corriam nos écrans.  
Entretanto aos vilacovenses em Lisboa chegava a novidade: em Vila Cova já havia televisão. O quê? Em Vila Cova? Sim em Vila Cova, no Convento, o Sr. Figueiredo, tem lá uma.  E mais. Aos Domingos a miudagem assiste aos programas infantis nos claustros, o aparelho é lá colocado.
Eh pá! Grande Vila Cova. E eu, nos meus dez anos, peito cheio de orgulho, quase me apetecia gritar, a quem me quisesse ouvir: em Vila Cova já há televisão, sabem?
 
 
Nuno Espinal

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Março 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11

19
24

25
27
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds