publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 11 Fevereiro , 2021, 22:16

0001.jpg

Da esquerda para a drieita: Zézinha, Dª Beatriz Alves e Dª Beatriz Almeida

 

 

 

Sei, pela minha própria natureza, moldada pelo ambiente socio/cultural em que cresci, que me é constante um apelo à saudade.

E, tanto que assim é, que as memórias me emergem ao mínimo estímulo.

Esta foto, por exemplo, como que me levitou a um Tempo Outro.

Pessoas de um Tempo em que pontificavam valores de uma Ética e Moral, em que se realçava um certo estar filantropo, uma solidariedade, um companheirismo, reconhecidos nos dias de hoje, até pelo antagonismo que as comparações revelam.    

Sinto saudades desses Tempos, saudades que se sustêm no desenrolar de recordações doces e ternas

Mas, saudades que não branqueiam um passado que tem uma parte obscura: “tempos de miséria”, assim se dizia em Vila Cova.

E este registo não deve nem pode ser nunca ignorado.

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
Sinceros sentimentos pelo falecimento do Tó Man...
Não foi de Covid
DISTÂNCIA/SEPARATISMO DOS PARASITAS-HORRORIZADOS c...
Foi de Covid-19?
Caro Sr. Avelar: obrigado pelo seu comentário. Apr...
As nossas condolências para a família toda.Frenk e...
" Ser Poeta ė ser mais alto...(Florbela Espanca)Qu...
Caro Nuno: Gostei muito. Aliás não esperava outra ...
Demasiado jovem para partir.Que descanse em paz.
Sentidos pêsames a toda a família. Muita força e c...
Fevereiro 2021
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19

22
23
24
25
26
27

28


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds