publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 29 Julho , 2020, 03:06

s340x255.jpg

1.2 – A capela de S. João de Alqueidão


A capela de S. João de Alqueidão situa-se num monte sobranceiro a Vila Cova distando menos de um quilómetro. Desse local avista-se um largo panorama desde as serras do Buçaco, Caramulo e Estrela.

Consultando o livro dos Assentos de Batismo de Vila Cova referentes ao período entre 1530-1633, a seguir ao termo de encerramento do mesmo, encontra-se a seguinte nota: “Em o derradeiro dia de Maio da era de 1633, eu prior Manuel Nunes disse a primeira missa em a capela de Sam João Bautista que mandei fazer.”
Em 1721 a Academia Real da História, recentemente fundada sob a égide de D. João V, pretendendo reunir todos os elementos possíveis sobre cada povoação do Reino, solicita a todos os párocos, que lhe fossem enviados os dados mais relevantes sobre cada paróquia. O prior Ferreira dos Santos padre de Vila Cova, respondeu e referindo-se às hermidas do povo, cita em primeiro lugar a hermida de S. João de Alqueidão “que hê fama vulgar, foi antigamente igreja matris.”

1.3 – Antecedentes da atual capela


Segundo a tradição oral teria existido em tempos remotos, neste local, a Igreja matriz da povoação sob os desígnios de “S. João de Anseriz”, S. João do Cozoirado” (vulgo Mata) e ainda “S.João de Alqueidão”.

Em 1986, o Padre Januário Lourenço dos Santos orientou um programa de escavações com jovens do OTL, tendo posto a descoberto o corpo principal da Igreja que se supõe ser de uma só nave. Mais tarde, o Serviço Regional de Arqueologia do Centro, com subsídio da Câmara Municipal de Arganil, prosseguiu em 1989 as explorações arqueológicas. Como disse a Dra. Teresa Pinto Mendes no discurso de inauguração do novo edifício da Junta de Freguesia de Vila Cova, em 1993, estas últimas parecem confirmar que para além da Igreja teria havido naquele local um povoado importante. Segundo Carlos Gabriel Gonçalves, o antigo templo “Era constituído por uma nave, capela-mor e provavelmente nartex ou recinto que antecedia a entrada principal, destinada aos catecumas e penitentes. Quanto à nave da antiga igreja seria, tudo leva a crer, bastante ampla.

A atual capela foi construída nesta última parte. A entrada para a atual capela é formada por um arco românico com pilastras e capitéis. Da capela-mor resta a base de uma pilastra em granito que ainda não foi removida do local primitivo.
A primitiva igreja fora construída com materiais pobres, pensa-se que terá sido utilizado uma qualidade de xisto pouco duro que existe perto do local, assente em argamassa, mas com terra o que levou à sua rápida degradação. O pavimento era de lousa de xisto que ainda existe, bem como restos de paredes.
Com as escavações ficaram a descoberto as paredes da antiga igreja e os referidos contrafortes. Encontravam-se várias pedras de granito, como uma base de pilastras jónicas, pedras de uma pilastra, algumas cabeceiras e sepulturas visigóticas e fragmentos de cerâmica. Todo o recinto à volta da igreja era cemitério. Fizeram-se várias sondagens e a uma determinada profundidade encontraram-se sepulturas antropomórficas. Os cadáveres eram cobertos com lajes. Nalgumas sepulturas ainda se puderam observar vestígios de ossos-

Na terra que cobria as sepulturas encontraram-se pedaços de cerâmica variada o que mostra que foram removidas várias vezes.

A existência dos vestígios descritos leva a crer num desenvolvimento populacional de uma certa importância.

 

(continua)

 
 

comentários recentes
Caro Sr. Avelar: obrigado pelo seu comentário. Apr...
As nossas condolências para a família toda.Frenk e...
" Ser Poeta ė ser mais alto...(Florbela Espanca)Qu...
Caro Nuno: Gostei muito. Aliás não esperava outra ...
Demasiado jovem para partir.Que descanse em paz.
Sentidos pêsames a toda a família. Muita força e c...
Boa tarde. Qual é o valor em ml de 2/5 de azeite?
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Julho 2020
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
16

19
20
22
23
24
25

26


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds