publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 03 Junho , 2019, 18:42

IMG_6520-002 (1).JPG

Os sábados da “Mostra” são sempre os que registam, para além de maiores afluências de público, programas mais apelativos. Foi assim com o sábado da “Mostra” na sua edição 2019.

 A tarde de sábado, com um calor abrasador, levou à Praça uma boa presença de público, que pôde assistir à atuação de várias Tunas, que prenderam a assistência com modas bem ao gosto popular.

A noite, com uma programação muito atraente, foi a grande apoteose da “Mostra”, com centenas de pessoas a rodearem o palco, onde se exibiram a Filarmónica Flor do Alva e o Grupo “Fado ao Centro” de Coimbra.

A Flor do Alva exibiu-se com muito acerto, mesmo com peças de certa complexidade, demonstrando, no seu conjunto de instrumentistas, qualidade musical muito apurada.

Depois da Flor do Alva veio o momento mais esperado da Mostra: a atuação do Grupo de Coimbra “Fado ao Centro”, que apresentou em Vila Cova o seu programa “Fado Cruzado”, em que os Fados de Coimbra e de Lisboa são cantados separadamente, para no final do espetáculo deixarem os seus registos numa mesma canção: a célebre “Coimbra” que foi entoada, num coro magistral por artistas e toda a multidão que esteve presente na Praça.

Hugo Martins emprestou a sua voz lírica, possante e com um timbre cativante ao Fado de Coimbra enquanto Filipa Biscaia, já conhecida dos vilacovenses, cantou, com voz garrida e castiça, o Fado de Lisboa.

Estilou quanto baste, em especial nos fins dos fados que interpretou e fê-lo com cunho próprio a merecer os aplausos com que foi brindada.

Filipa já criou uma empatia com os vilacovenses, até porque a sua ligação à aldeia teve um acento muito especial na sua infância, já que vinha passar férias com seu avô, o Dr. Zé Quim.

“Sinto-me também vilacovense” afirmou a certa altura, perante os sorrisos orgulhosos dos vilacovenses, que lhe retribuíram sempre fartos aplausos.

Uma noite em grande, em que o Mondego e o Tejo se cruzaram no nosso Alva, acentuando esta identidade da nossa tão incontornável portugalidade.

 

Nuno Espinal

IMG_6479 (1).JPG

 

IMG_6474 (1).JPG

Fernando Valle entregou presentes à Flor do Alva, em nome da União de Freguesias

IMG_6477 (1).JPG

IMG_6504.JPG

IMG_6540.JPG

IMG_6567.JPG

IMG_6574.JPG

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 03 Junho , 2019, 12:25

61688685_1042075609309362_672692088730550272_n.jpg

Mais uma “Mostra” em grande! Organização impecável, mesmo com o atraso na inauguração, de resto, por motivos que lhe são alheios, e uma programação bem distribuída nos vários dias de duração do certame.

O primeiro dia, sexta feira, abriu com o cerimonial habitual da inauguração, que contou com as presenças do vereador, Eng. Luís Almeida, representante do Município, do Presidente da União de Freguesias, Paulo Amaral e com representantes das Instituições da União.

Houve depois a visita aos vários stands, cerca de 25, sempre acompanhada pelos gaiteiros “Cassarabos” de Coimbra, visita precedida da apreciação, na Igreja da Misericórdia, de uma exposição de fotografias sobre momentos da Filarmónica “Flor do Alva”, momentos compreendidos entre a data da sua fundação e os dias de hoje. A exposição foi organizada por Nuno Espinal, que a fez acompanhar de um caderno de textos sobre “Momentos da História da Flor do Alva.”

A primeira atuação artística da noite de sexta coube à Filarmónica de Avô, que teve um desmpenho muito aplaudido pelo público, que compareceu em bom número, tendo a Banda Avoense, nas suas interpretações, demostrado um equilíbrio harmónico muito consistente, com um bom naipe de madeiras e metais.

A noite ganhou um tom frenético com a atuação dos “Sons e Suadelas”. Muito ritmo, com os acordeões e as vozes a puxarem ao bailarico e a interpretarem um conjunto de cantigas bem populares. Grande interação com o público, com os da “Malta” a terem um protagonismo especial ao estimularem os presentes à dança e à brincadeira.

 

Guida Simões

IMG_6419.JPG

IMG_6474-001.JPG

IMG_6449.JPG

IMG_6453.JPG

IMG_6438.JPG

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Junho 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
15

17
19
20
22

23
25
26
27
29



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds