publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 31 Maio , 2019, 06:38

21040223_uOFqY.jpeg

Aos poucos vão chegando, ainda que a maior parte dê as suas aportadas hoje, sexta feira, perto da hora de jantar e amanhã, antes da hora de almoço.

É o Grupo da “Malta”, com o seu 12º Encontro, que terá na confraternização da Casa do Povo, envolvida pela refeição do almoço, o seu grande momento.

Serão cerca de 80, todos irmanados pelos saudosos tempos dos anos 60, em especial nos meses de “férias grandes” que passavam em Vila Cova.

Marcam uma jornada em que prevalece a amizade e a confraternização e deveriam constituir um exemplo para os que hoje só conhecem, exclusivamente, como vias de sociabilidade, telemóveis e quejandos.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 29 Maio , 2019, 08:33

60333686_380446992571192_5743822484071776256_n.jpg

A tarde do dia 31 já se aproxima, pelo que a abertura da “Mostra” está prestes. Na Praça já se montam as tendinhas que alojarão os “sabores e os lavoures” regionais e tudo parece concorrer para que esta “Mostra” seja um êxito.

E atenção: A Santa Casa estará presente, com uma participação mais quantitativa e qualitativa.

Em termos de restauração, entre outras iguarias, disponibilizará, na sexta feira, uma boa chanfana, enquanto no sábado, tem na ementa um excelente “bacalhau à santa”, ou uma divinal “feijoada de polvo”. Domingo, porá à disposição um “cozido à portuguesa.

Entretanto, na sua tenda, para além de compotas, sem corantes, nem conservantes, apresentará algumas das novidades que recentemente trouxe a público: pão de centeio, broas e bôlas, produtos cozinhados em forno a lenha.

No plano cultural, a Santa Casa promove uma exposição com fotos da Flor do Alva e edita uma publicação que intitula “Flor do Alva: Momentos da sua História”, da autoria do Dr. Nuno Espinal.

Para além destas iniciativas da Santa Casa, outros são os ingredientes que contribuirão para o sucesso da “Mostra” e que em próximas edições mencionaremos para os nossos leitores, salientando desde já a atuação do Grupo de Coimbra “Fado ao Centro”, no sábado às 11 horas da noite.

 

Mónica Ferreira

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 26 Maio , 2019, 23:10

61117594_2715277941849695_980054426767065088_n.jpg

61220051_396874494231049_6919977116050128896_n.jpg

PS: 104 votos;

PSD: 44 votos;

Bloco de Esquerda: 13 votos;

PAN: 8 votos;

PCO/Verdes: 4 votos;

CDS: 4 votos;

61542435_682437192175674_827245730962866176_n.jpg

61171990_322602708409122_2129279330331656192_n.jpg

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 20 Maio , 2019, 09:57

IMG_6375.JPG

Chegados a Casal de S. João, nestes dias de fim de semana, somos desde logo envolvidos por uma coloração de centenas de flores de papel, que nos arfam vivacidade e alegria, entre folguedos assentes em música popular e dança folclórica.

Depois há algo mais a que a reflexão nos pode levar: toda a tessitura, deste emaranhado de flores de papel, é bem demonstrativa do que é possível resultar de todo um trabalho criativo e projetivo da arte plástica popular.

Reconheçamos as muitas horas de trabalho empregues neste projeto, que a batuta do inefável Sr. Arménio Santos coordenou exemplarmente.

Parabéns, pois, amigo Arménio Santos.  E Parabéns muito merecidos a toda a população da tão simpática aldeia de Casal de S. João.

 

Nuno Espinal

IMG_6371.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 17 Maio , 2019, 21:53

20190517_130720[5373]-001.jpg

O nosso utente do Serviço de Apoio Domiciliário, Sr. Raul Nunes, completou hoje 77 anos de idade. Veio comemorar os anos no Edifício do Centro de Dia, onde confraternizou com utentes e trabalhadoras. Entre estas uma muito especial: a sua neta Joana. E os dois, levados à natural emoção, não resitiram e lá deixaram escorregar umas lágrimas. Parabéns Sr. Raul Fonseca, continue a somá-los e conte connosco neste simples festejo de aniversário, mas tão imenso em fraternidade. 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 14 Maio , 2019, 13:15

Encontra-se disponível para consulta a Prestação de Contas relativas ao exercício de 2018 da Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Vila Cova de Alva, nomeadamente o Relatório de Contas, a respetiva  Ata de Aprovação da Assembleia Geral e  o Parecer do Conselho Fiscal.

Para consulta deve aceder ao seguinte link :

 

ATA relatorio e contas.pdf

relatorio e contas.pdf

parecer do conselho fiscal.jpg

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 14 Maio , 2019, 02:09

IMG_6360.JPG

Eu sei! O bonitinho, quando encenado e tratando a natureza, é um artifício, com rasto de fraude.

Mas, conceda-se a prerrogativa.

Cada época, cada estação, tem na natureza belezas peculiares. O policromático caracteriza a primavera. Do rosa, de umas meras sardinheiras, ao verde que renasceu das cinzas, ao azul esbatido do céu e ao, porque não, branco místico da Matriz.

Negação à alma própria da Natureza?

Não o julgo assim. Apenas uma composição de elementos que conduzem à contemplação, neste sereno fim de tarde da nossa Vila Cova.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 07 Maio , 2019, 22:49

Scan-001.jpg

Isabel Duarte assinou uma peça, no “Diário de Coimbra”, com o título “Santa Casa de Vila Cova inaugura obras no Centro de Dia”, que passamos a transcrever:

 

Os utentes do Centro de Dia da Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova de Alva têm “melhores condições”, depois das obras de ampliação e remodelação, inauguradas domingo. Orçada em 320 mil euros, a empreitada só foi possível graças à doação de um terreno, de José Pedro Leitão, e do Fundo Rainha Dona Leonor, que apoiou em 40%, cerca de 136 mil euros, sendo o restante suportado pela Misericórdia. O município de Arganil também deu o seu contributo, apoiando a construção de uma pala, na parte frontal, com 10 mil euros.

A principal rua de acesso ao Centro de Dia, também foi calcetada, uma obra da responsabilidade da União de Freguesias e inaugurada na ocasião.

“Temos excelentes relações institucionais de colaboração” frisou Nuno Espinal, provedor da Misericórdia, no almoço comemorativo. “A requalificação da rua Bento Suzano é uma prova inequívoca de solidariedade com a Santa Casa” disse.

Elencando algumas obras efetuadas, justificou a ampliação e remodelação do Centro de Dia com a vontade de aumentar a “qualidade de serviços” prestados. Satisfeito por ver concretizada uma obra há muito ansiada, Nuno Espinal agradeceu àqueles que tornaram esse sonho possível, designadamente, o então Presidente da Câmara de Arganil, Ricardo Pereira Alves, que sugeriu o pedido de apoio ao Fundo Rainha Dona Leonor, José Pedro Leitão que doou o terreno, o município de Arganil, que doou os 10 mil euros e Luís Paulo Costa, presidente do município, pelo empenho na agilização de todo o processo burocrático”.

O autarca local, Paul Amaral, destacou a sensibilidade e resiliência do provedor para dotar a União de Freguesias de “melhores condições para o apoio aos mais idosos”. “É nossa obrigação reconhecer o seu trabalho e dedicação ao longo destes quase vinte anos, vemos obra, com equipamentos de excelência”.  Sobre a requalificação da Rua Bento Suzano, explicou que “o acesso em nada dignificava esta área” o que levou a União de Freguesias a “calcetar o pavimento e colocar cerca de 90 metros de corrimão, para proteção de quem ali passa”.

José Oliveira Alves, presidente da assembleia geral da Santa Casa, enalteceu a competência e capacidade de gestão” de “uma instituição credível, respeitada, transparente e sustentável” e elogiou a coragem e persistência de Nuno Espinal., que vai dar o nome à sala de convívio do Centro de Dia, evocando aquele, que foi, até hoje, o maior provedor da Santa Casa”.

Luí Paulo Costa, autarca de Arganil, afirmou que o concelho tem “uma rede brilhante de instituições, que prestam diariamente um serviço essencial às populações” e enalteceu o trabalho de Nuno Espinal

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 07 Maio , 2019, 22:40

Scan.jpg

Com o título “Centro de Dia de Vila Cova de Alva” ampliado e remodelado”, a jornalista Lurdes Gonçalves é autora de uma peça publicada no “Diário As Beiras” e que transcrevemos no Miradouro:

 

Garantindo as “melhores condições de conforto” aos seus utentes, a Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova de Alva procedeu a ampliação e remodelação do Centro de Dia – obras que forma inauguradas no passado domingo – a par da renovação da principal rua de acesso ao Centro de Dia, que foi calcetada, numa da responsabilidade da União de Freguesias de Vila Cova de Alva e Anceriz.

A beneficiação do Centro de Dia representou um investimento de 320 mil euros, contando com o apoio do Fundo Rainha Dona Leonor, que comparticipou a obra em 40% do total, contribuindo com cerca de 136 mil euros,

Benemérito local doou parcela de terreno

O terreno que permitiu a referida ampliação foi doado por José Pedro Leitão. Por seu lado o Município de Arganil concedeu uma verba de 10 mil euros, aplicado numa pala da parte frontal do edifício, cabendo à Misericórdia custear a verba restante. Congratulando-se com as “excelentes relações institucionais de colaboração” que a Misericórdia tem tido com as diversas entidades, o Provedor Nuno Espinal, destacou a requalificação da Rua Bento Suzano.

Fazendo também referência a outras obras levadas a efeito pela Misericórdia – como a remodelação do edifício então existente, a criação da Casa Mortuária, a cobertura da ribeira e os muros de suporte ao Centro de Dia, houve “empenho na agilização de todo o processo burocrático, que implica a licença de utilização do edifício do Centro de Dia”.

Reconhecimento de duas décadas de dedicação 

Paulo Amaral, presidente da União de Freguesias de Vila Cova de Alva e Anceriz, dirigiu-se ao provedor da Misericórdia de Vila Cova de Alva, mostrou-se satisfeito pela sua “sensibilidade e resiliência” defendendo que “é nossa obrigação reconhecer o seu trabalho e dedicação ao longo destes quase 20 anos à frente dos destinos da Santa Casa da Misericórdia”.

O Presidente da Câmara de Arganil, Luís Paulo Costa, declarou que “a obra inaugurada é essencialmente fruto da sua persistência e entusiasmo, resultado de muito trabalho e esforço desta instituição, mas também do Fundo Rainha Dona Leonor.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 06 Maio , 2019, 21:26

20190505_135510.jpg

Houve pompa e circunstância e acima de tudo organização. Tudo funcionou em pleno, com todos os horários e planeamentos a serem cumpridos, neste dia em que se celebrou a Santa Cruz e com duas inaugurações a marcarem a data, uma delas, a da inauguração do novo Edifício do Centro de Dia, acontecimento de peso para a história da Irmandade e de Vila Cova de Alva. Às 10  horas, com a Matriz repleta de fiéis, foi celebrada Missa pelo Padre Daniel Rodrigues, acolitado pelos leigos António Simões e Horácio Benfeita, tendo este último presidido à Procissão.

Após as cerimónias religiosas foi tempo de se cumprirem os atos relativos às inaugurações. Com a Flor do Alva a tocar hinos apropriados às cerimónias, o Presidente da Câmara Municipal de Arganil, Dr. Luís Paulo Costa, descerrou as respetivas placas, primeiro a da requalificação da Rua Bento Suzano e depois a do edifício do Centro de Dia.

O Padre Daniel Rodrigues foi o protagonista do ato seguinte ao benzer as novas instalações do Edifício do Centro de Dia.

Seguiu-se o almoço numa tenda montada para o efeito, que albergou mais de duzentas pessoas, com a mesa das personalidades ocupada pelo Presidente do Município, Luís Paulo Costa, pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Engenheiro Ricardo Pereira Alves, pelo Dr. António Sérgio, Vice-Presidente da União das Misericórdias Portuguesas, pelo Presidente da União de Freguesias, Paulo Amaral, pelo vereador do Município de Arganil, Engenheiro Fernando Valle,  pelo Provedor da Misericórdia de Galizes, Dr. Ramiro Miranda, e pelo Diretor do Lar de Avô, Dr. Manuel Nunes, os quais estavam acompanhados por membros dos Órgãos Sociais da Santa Casa, nomeadamente o Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Dr. Oliveira Alves, o Provedor da nossa Santa Casa, Dr. Nuno Espinal, a Vice Provedora, Dra. Margarida Figueiredo e o Tesoureiro, Sr. António Santos.

Os discursos alinharam quase todos pelo mesmo diapasão, de reconhecimento da boa gestão da Mesa administrativa da Santa Casa, com destaque para a ação desenvolvida pelo Provedor, Nuno Espinal.

Em próxima edição daremos conta da inauguração do Edifício da santa Casa com novos destaques.

 

Mónica Ferreira

59323771_1025495530967370_6485616628045185024_n.jpg

59552917_1025497760967147_2157318972783984640_n.jpg

20190505_123937 (1).jpg

20190505_124341.jpg

20190505_124746.jpg

59540452_1025496254300631_6507587060801470464_n.jpg

20190505_135518.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Maio 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
18

19
21
22
23
24
25

27
28
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds