publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 23 Outubro , 2018, 07:45

 

 

IMG-20181021-WA0000.jpg

 

Glosando uma velha história do roubo de uma Igreja Matriz, o  Vilacovense parece condenado ao epíteto do “Senhor Roubado”. Já é o segundo jogo (tantos os já disputados para o campeonato) em que tal acontece.

A derrota por 1-0 com o Coja explica-se por este breve apontamento: O golo da equipa adversária foi marcado em fora de jogo e houve duas grandes penalidades a favor do Vilacovense não assinaladas, uma por mão na bola  dentro da grande área de um jogador da equipa cojense e outra quando o nosso jogador Marco Gonçalves é derrubado em plena grande área da equipa adversária e a  falta foi “manobrada” pelo árbitro como se tivesse ocorrido fora da grande área.  

Grande jogo do Vilacovense, que justificou, pelo jogo jogado, outro resultado, o que teria acontecido se não tivesse defrontado não onze, mas 14 adversários.

A nossa equipa teve uma grande postura em campo, com um futebol de bom nível e foi superior à equipa cojense.

Sai de Coja com um amargo de boca por sentir que foi melhor, que teve uma postura que se pode dizer irrepreensível, dispondo de várias oportunidades de golo e apresentando um futebol de muito bom nível.

O resultado seria por certo outro, não fora o procedimento de que foi vítima: ROUBALHEIRA.

Um apontamento a registar: O grande apoio que a equipa tem merecido da comunidade dos seus adeptos. Apoio que vai continuar, por certo, no próximo domingo, no Campo dos Carris, quando o Vilacovense receber a equipa de Lagos da Beira.

 

Constituição do Vilacovense:

 

Guarda Redes: Paulo Henriques (capitão).

 Defesas: Tiago Jesus (André Gregório aos 65 minutos), Nuno Cruz, Mário Reis e Diogo Pinheiro (Fábio Santos aos 75 minutos).

Médios; Bruno Carvalho (Pedro aos 70 minutos), Ricardo Figueiredo, David Lourenço (André) e Lucas Vargas

Avançado: Marco Gonçalves.

Suplentes: Luís Tavares, Luís (Chainho) e Pedro.

 

Equipa técnica: Gonçalo Lobo; Bruno Alexandre Santos

Massagista: Fernando Figueiredo

 Delegado: José Santos

 

 

Bruno Santos

 

FB_IMG_1540153048391.jpg

 

 

 

 

 

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Outubro 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

15

21
22
25

28
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds