publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 28 Maio , 2018, 07:23

mosta sabado 008.JPG

 

Falo por mim. Mas sinto que poderei falar por outros.

É que esta coisa da “Malta” é assim: Alguns de nós ligam-se pelas afinidades que vivências comungadas de outros tempos geraram.

E vêm-nos as memórias, rememoradas vezes sem conta, em que o tempo volta atrás e nos torna as crianças e jovens que já fomos.

Lá nos surgem narrativas, as nossas estórias, com a típica subjetividade de quem conta um conto e lhe acrescenta um ponto.

Sorrisos e risos quase sempre, mas também, por vezes tristezas: Ah sim! O nosso querido Alberto Leal que nos deixou para sempre!

Partilhamos a sua memória e todos irrompemos num aplauso geral.

 

Mas, a eterna boia na velha frase: “A vida continua…”

E já nos movemos no presente a festejar a vida…

 

Que vivam os “Encontros da Malta!”

 

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Maio 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
16
18
19

20
22
23
24
25

29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds