publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 18 Março , 2018, 20:49

passos 081.JPG

 

passos 092.JPG

passos 096.JPG

 

passos 102.JPG

 

passos 105.JPG

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 18 Março , 2018, 20:46

passos 157.JPG

A Igreja apinhou-se de fiéis e a procissão foi acompanhada por um número de pessoas há muito não visto em Vila Cova. Gente de Vila Cova, mas também vindas de outras localidades próximas, como Anceriz, Vinhó e Casal de S. João, marcaram presença para participarem e assistirem a todos os cerimoniais programados para este domingo na aldeia.

O Padre Daniel Rodrigues bem pode congratular-se, pois a sua iniciativa teve total correspondência por parte da comunidade da União de Freguesias de Vila Cova e Anceriz.

Quadros bíblicos da Paixão de Cristo foram representados por senhoras de Vila Cova, durante o diversificado cerimonial, que decorreu não só na Igreja Matriz, mas também nas ruas de Vila Cova durante a Procissão e no Largo da Praça, na evocação do “Encontro”, nas figuras de Verónica e das três Marias, com cânticos plangentes e de sentida emoção.

O “Encontro” de Nossa Senhora das Dores e do Senhor dos Passos decorreu num ambiente de dramatismo, sob o Sermão do próprio Padre Daniel Rodrigues.

Participaram nas cerimónias a Filarmónica Flor do Alva, que durante a Missa também se fez representar pelo seu coral litúrgico, e as Irmandades de Vila Cova, Vinhó e Anceriz.

No final, o Padre Daniel teceu elogios à forma como a comunidade se entregou a esta manifestação religiosa pascal, que já não se realizava em Vila Cova há uns quarenta anos.  

Foi ainda o Padre Daniel que exortou o Povo à aquisição de produtos à venda numa tenda à entrada da escadaria da Igreja, confecionados por senhoras de Arganil, com o intuito de receita reverter a favor de obras no teto da Igreja, o “mais bonito”, segundo as suas palavras, “de entre os do concelho de Arganil.

Em síntese e em comentário final pode referir-se que esta manifestação religiosa teve um impacto que superou de forma muito positiva as melhores expetativas e transmitirá ao Povo de Vila Cova uma outra força anímica que o ajude  ultrapassar todos os momentos difíceis porque nos últimos meses tem passado.

 

Nuno Espinal   

passos 024.JPG

 

passos 038.JPG

 

passos 048.JPG

 

passos 059.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 18 Março , 2018, 20:43

 

A Igreja apinhou-se de fiéis e a procissão foi acompanhada por um número de pessoas há muito não visto em Vila Cova. Gente de Vila Cova, mas também vindas de outras localidades próximas, como Anceriz, Vinhó e Casal de S. João, marcaram presença para participarem e assistirem a todos os cerimoniais programados para este domingo na aldeia.

O Padre Daniel Rodrigues bem pode congratular-se, pois a sua iniciativa teve total correspondência por parte da comunidade da União de Freguesias de Vila Cova e Anceriz.

Quadros bíblicos da Paixão de Cristo foram representados por senhoras de Vila Cova, durante o diversificado cerimonial, que decorreu não só na Igreja Matriz, mas também nas ruas de Vila Cova durante a Procissão e no Largo da Praça, na evocação do “Encontro”, nas figuras de Verónica e das três Marias, com cânticos plangentes e de sentida emoção.

O “Encontro” de Nossa Senhora das Dores e do Senhor dos Passos decorreu num ambiente de dramatismo, sob o Sermão do próprio Padre Daniel Rodrigues.

Participaram nas cerimónias a Filarmónica Flor do Alva, que durante a Missa também se fez representar pelo seu coral litúrgico, e as Irmandades de Vila Cova, Vinhó e Anceriz.

No final, o Padre Daniel teceu elogios à forma como a comunidade se entregou a esta manifestação religiosa pascal, que já não se realizava em Vila Cova há uns quarenta anos.  

Foi ainda o Padre Daniel que exortou o Povo à aquisição de produtos à venda numa tenda à entrada da escadaria da Igreja, confecionados por senhoras de Arganil, com o intuito de receita reverter a favor de obras no teto da Igreja, o “mais bonito”, segundo as suas palavras, “de entre os do concelho de Arganil.

Em síntese e em comentário final pode referir-se que esta manifestação religiosa teve um impacto que superou de forma muito positiva as melhores expetativas e transmitirá ao Povo de Vila Cova uma outra força anímica que o ajude  ultrapassar todos os momentos difíceis porque nos últimos meses tem passado.

 

Nuno Espinal   

passos 024.JPG

 

passos 038.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 17 Março , 2018, 23:27

sra dores 024.JPG

 

Foram muitos os fiéis que acorreram à Igreja Matriz a fim de acompanharem hoje, sábado, a procissão das Velas, que incorporou o andor de Nossa Senhora das Dores, que ficou abrigado na Igreja da Misericórdia, no Largo da Praça.

A cerimónia foi presidida pelo Padre Daniel Rodrigues.

Amanhã o andor sairá da Igreja da Misericórdia e, na Praça, encontrar-se-á com o Senhor dos Passos, que será transportado em Procissão desde a Igreja Matriz.

Esta encenação, integrada por um Sermão, reveste-se de grande significado ao simbolizar o “Encontro” da Senhora das Dores com Jesus a caminho do Calvário.

 

Nuno Espinal

 

sra dores 005.JPG

sra dores 007.JPG

 

sra dores 012.JPG

sra dores 020.JPG

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 16 Março , 2018, 19:13

29249984_1069989686474996_7488984674165850112_n.jp

 

De acordo com o testemunho de Bruno Santos, que na altura estava prestes a subir as escadas da Igreja Matriz, o desabamento de quase toda a frontaria do “Solar do Adro”, propriedade da Família Mesquita, fez-se com grande estrondo e provocou estragos avultados em três viaturas, que no local estavam estacionadas, pertencentes uma ao Sr. José Fonseca, da Digueifel, e duas a uma senhora inglesa, moradora no Adro, de nome Joana.

A notícia corre célere nas redes sociais e em jornais da região, nomeadamente o Jornal de Tábua de onde retirámos a foto.

O artigo do Dr. Oliveira Alves, publicado no Miradouro recentemente, ganha grande acuidade por prever acidentes deste género, a requerer providências tendentes a evitá-los.

O “Solar” foi um dos prédios atingidos pelos incêndios de 15 de outubro.

 

Nuno Espinal

 

29258204_1069989683141663_4936230201332858880_n-00

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 15 Março , 2018, 14:40

Após autópsia, no Instituto de Medicina Legal em Coimbra, o corpo do Sr. António Faustino das Neves seguirá para Vila Cova, estando prevista a sua chegada à Igreja Matriz cerca das 17h 30m.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 13 Março , 2018, 10:13

Fotos: Manuel Fernandes

 

derrocadas 001.JPG

 

_DSC3280.JPG

 

_DSC3283-001.JPG

_DSC3284.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 12 Março , 2018, 19:53

SAM_1198.JPG

 É com profundo pesar que participamos o falecimento do Sr. António Faustino das Neves, de 58 anos de idade. Aguardamos informação sobre o dia e hora do funeral.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 11 Março , 2018, 19:35

0001.jpg

Está maracada para dia 24, às 15h 30m, a Assembleia Geral para deliberação sobre o Relatório e Contas do exercício de 2017.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 11 Março , 2018, 18:10

 

 Scan0001.jpg

 

Assembleia Geral marcada para 24 de Março, às 14 horas, para deliberação sobre o Relatório e Contas relativo ao exercício de 2017.


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Março 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14

20
22
24

26
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds