publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 21 Março , 2018, 23:36

SAM_1475-001.JPG

 

Com o intuito de celebrar a Páscoa, a Câmara Municipal organiza pelo terceiro ano consecutivo o “III Concurso de Ovos da Páscoa Gigante”, que consiste na criação de um ovo da Páscoa com as medidas entre 1,5 e 2 metros, concurso ao qual podem concorrer todos os munícipes, seja em grupo, seja de forma individualizada.

Os ovos podem ser concebidos com recurso a materiais diversos, dando-se preferência aos trabalhos que utilizem materiais recicláveis e reutilizáveis, como forma de sensibilizar a comunidade para a preservação do meio ambiente.

Mais uma vez a nossa Santa Casa participa neste concurso, cabendo aos utentes a tarefa de conceberem o “Ovo”, sob a coordenação da nossa Animadora, Fernanda Santana. O trabalho já está concluído e as expetativas de uma boa classificação são grandes.

O “Ovo” da nossa Santa Casa (vidé foto), está acompanhado de um texto que passamos a citar:

 

“Este ano o nosso Ovo da Páscoa tem como tema o meio ambiente. As razões são óbvias, os incêndios que devastaram em Outubro a nossa região.

Assim, o nosso coelho este ano não traz amêndoas, nem ovinhos de chocolate, traz esperança, através das sementes e das árvores que irão dar novamente cor e vida às nossas aldeias, não esquecendo a necessidade da chuva neste processo.

Simbolicamente ofertamos dois Pinheiros, um loureiro, um carvalho e um medronheiro, por serem árvores típicas da região, para que possam plantar num local que considerem adequado”.

 

Parabéns a todos os que neste trabalho participaram. A vitória dificilmente não será nossa, a avaliar pela imaginação, o material utilizado e o conteúdo da mensagem. Parabéns a todos.

 

Nuno Espinal

 

SAM_1475-001 (2).JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 21 Março , 2018, 00:32

passos 031.JPG

 

Os momentos mais marcantes das cerimónias religiosas em Vila Cova, de domingo passado, foram, para além da cena do “Encontro da Senhora das Dores e do Senhor dos Passos”, os cânticos plangentes, com uma forte carga dramática, interpretados a solo pela Verónica (Dª Manuela Ribeiro Gordo) e em coro pelas Três Marias (Dra. Dora Leitão, Dª Hortense Antunes e Dª Filomena Gomes).

A história de Verónica é contada pela Tradição como a de uma mulher que enxugou o rosto de Cristo, quando Jesus se dirigia ao Calvário, carregando a cruz, tendo a sua imagem ficando gravada na toalha.

Já as Três Marias, segundo o Evangelho de São Marcos, são Maria Madalena, Santa Maria e Salomé, que acompanharam Cristo até ao sepulcro e receberam a nova da Ressurreição.

No Largo da Praça, a multidão presente pôde assistir a cenas que se impuseram por uma comovente simplicidade e foram uma demonstração plena da singeleza e espontaneidade da representação popular na cultura portuguesa.

 

Nuno Espinal  

 

passos 014.JPG

 

passos 102.JPG

passos 018.JPG

 

passos 102.JPG

 

passos 148.JPG

 

passos 161.JPG

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Março 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14

20
22
24

26
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds