publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 14 Setembro , 2017, 12:14

O funeral de Alberto Leal está marcado para as 14 horas de amanhã (dia 15), sendo que as cerimónias religiosas se efetuarão na Igreja Matriz.

Após estas cerimónias religiosas o corpo seguirá para Coimbra onde será cremado cerca das 17 horas.

Aguarda-se a chegada do corpo de Alberto Leal à Casa Mortuária de Vila Cova, durante a tarde de hoje, onde se efetuará o velório.

Alberto Leal, que contava 73 anos de idade, faleceu ontem, em Vila Cova, após ter sido acometido de doença súbita.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 14 Setembro , 2017, 03:53

024.JPG

 

Caro Alberto:

 

Não tinhas o direito de partir assim.

Sem mais, como se não fosses importante para todos e cada um de nós.

Recentemente, pelo teu aniversário, fizeste questão de nos reunires em tua casa, à volta da tua mesa, numa feliz comemoração.

A todos abraçaste com o teu sorriso aberto e prazenteiro que irradiava satisfação por estarmos ali.

A tua mulher, o teu filho, a tua nora e a tua neta desdobraram-se em amabilidades para connosco, como se de família próxima se tratasse.

A tua neta falou por todos nós, num improviso que lhe impusemos, e salientou, em palavras simples mas plenas de significado, aquilo que um avô mais desejaria ouvir – a admiração, o amor, o carinho por um avô sempre presente, amigo, conselheiro e protector que a Leonor lhe testemunhou

Poderíamos fazer nossas as palavras da tua neta.

Há dois anos, também por altura do teu aniversário, almoçámos em Fajão, lembras-te? Fizeste questão de oferecer o almoço dizendo algo como isto “estes são os meus amigos, que importa o dinheiro?”

Foste sempre assim, amigo do teu amigo, generoso, bom e leal, de nome e de temperamento.

Para ti a vida deveria ser um jogo sem vencedores nem vencidos.

Nunca ninguém te viu zangado nem nunca te ouviu uma crítica a quem quer que fosse. Foste um exemplo de amigo, marido, pai, avô e Homem.

Hoje, que o jogo acabou, perdeste, Alberto, perdemos todos, e penso que, sem o sabermos, o abraço apertado que trocámos no dia do teu aniversário era um abraço de despedida.

A vida tem destas traições.

Sabes que deixas um vazio enorme.

O teu lugar, no “Entroncamento”, no “Escuro” como lhe chamamos, vai agora ficar vazio ao lado do Vasco mas não deixaremos de sentir a vossa presença junto de nós.

Um dia, lá nos encontraremos no universo do tempo, daremos um fortíssimo abraço de saudade e continuaremos as nossas conversas que agora interrompemos.

Embora tivesses o dever de continuar junto de nós, vai em paz, Alberto

Até sempre, Amigo.

 

José Oliveira Alves

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Setembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
15
16

17
19
20
22
23

24
25
26
27
28
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds