publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 11 Abril , 2017, 10:28

IMG_2731.JPG

Do meu observatório de eleição, das simples e genuínas coisas que a paisagem e natureza graciosamente me ofertam (a minha varanda em Vila Cova), ano a ano sou bafejado por este espetáculo arrebatador de cor, que o roxo desta árvore me proporciona.   

Dizem-me (e vou confiar que sim) que é uma olaia. Olaia? Para os que, como eu, lhe ignoravam o nome, aqui vai uma sucinta explicação de uma breve pesquisa na internet:

“A olaia ou árvore-de-judas é uma árvore pequena com 10 a 15 m de altura, nativa do sul da Europa e sudoeste asiático, comum na Península Ibérica, sul de França, Itália, Grécia e Ásia Menor, que forma uma árvore baixa com uma copa achatada. No início da primavera fica coberta com uma profusão de flores arroxeadas, que aparecem antes das folhas. As folhas são reniformes e caducas.”

Esparsamente vão sendo vistas aqui e ali, mas, na sua pontualidade, com grande exuberância pela cor.

Tão agraciados somos pelo belo da Natureza!  E há quem tão mal a trate! Viram a história dos corais da Austrália?

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Mais um homem bom que nos deixa. Há tempo que não ...
A perda de um amigo e a amigo da minha família, de...
Publiquei um comentário sobre o meu tio Zé, não ch...
Tio Zé Torda , descanse em paz e que DEUS o pon...
Tio Zé Torda, descanse em paz e que Deus o ponh...
Caro Dr. NunoFoi sem dúvida uma tarde e uma noite...
Sinceros sentimentos pelo falecimento do Tó Man...
Não foi de Covid
DISTÂNCIA/SEPARATISMO DOS PARASITAS-HORRORIZADOS c...
Foi de Covid-19?
Abril 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
13

17
21

25
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds