publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 09 Maio , 2016, 23:14

1.jpg

 

No seu estatuto de “novo fitado”, o Pedro Abranches de Figueiredo fez o percurso do cortejo da “Queima”, com o direito e legitimidade que a sua condição de pré licenciado lhe confere, num dos carros do desfile, concretamente o carro de Bioquímica. Desta sua “triunfal viagem” há uma conclusão óbvia a retirar. O Pedro, por via desta académica conquista, apresta-se a preencher com mais um “DR” a Casa do Convento em Vila Cova.   

Mãe e irmão estiveram presentes neste impar cortejo (o que se vê no resto do país é tudo macaquice de imitação) a fim de festejarem e partilharem este apronto do Pedro e, porventura, a relembrarem momentos já fruídos neste rol de vivências únicas da tradição académica desta cidade de Coimbra.

Parabéns caro Pedro!  

 

Nuno Espinal

31.jpg

30.jpg

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 08 Maio , 2016, 08:17

IMG_1141.JPG

As Santas Casa de Misericórdia da Diocese de Coimbra estiveram ontem, domingo, reunidas em Coimbra com as suas Irmandades, a fim de concretizarem uma sua iniciativa evocativa do Ano Santo da Misericórdia, proclamado pelo Papa Francisco.

A Irmandade da Santa casa de Misericórdia de Vila Cova de Alva participou nas cerimónias alusivas a esta evocação, que principiou com uma cerimónia religiosa, ocorrida na Sá Velha.  Depois de um cortejo que teve como destino a Sé Nova, em que desfilaram todas as Irmandades com as suas bandeiras, foi celebrada Missa, naquele templo, pelo Senhor Bispo da Diocese de Coimbra, D. Virgílio Antunes. O Diácono Rui Tavares participou, como coadjuvante do Sr. Bispo, nas cerimónias religiosas.

 

IMG_1123.JPG

IMG_1131.JPG

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 06 Maio , 2016, 10:10

SAM_0804.jpg

Por força da regra, este ano, o Dia da Espiga, calhou a cinco de maio.  E era suposto que os nossos amigos do “Centro de Dia” o celebrassem, raminho de espiga na mão, em lugar aprazível, talvez nos terrenos envolventes à Capela de São João. Só que o tempo chuvoso o não permitiu. Paciência! Ainda assim, com raminho de espiga presente, a alusão ao Dia foi cumprida e, claro, com lanche especial.

 

SAM_0806.JPG

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 05 Maio , 2016, 09:40

Este fim de semana realiza se a famosa “festa dos carolos” em Vila Pouca da Beira. Muita gente de Vila Cova, e de povoações vizinhas, desloca-se a Vila Pouca, na tarde de domingo, para assistir à distribuição do pão, conforme é da tradição.

Fábio Leitão

 

FB_IMG_1462393431277.jpg

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 04 Maio , 2016, 06:34

SAM_0799.JPG

Olhei-lhe os olhos e percebi-os como que cravados no passado. E assim permaneceu, em tempo íntimo, em silêncio. Até que me disse:

 

-O enfeite das fontes? Já vem de longe, muito longe…  lembro-me da minha avó, das flores que colhia, destiná-las ao Chafariz de S. Sebastião… Sabe? São costumes antigos, dos nossos antepassados…

 

-É a tradição, aludi-lhe em concórdia às palavras. É o perenizar de usos, de símbolos…

 

-Sim, talvez…, mas disso não sei, retorquiu-me. Para mim são costumes dos antigos.

 

E voltou ao olhar de silêncio, a desbobinar a longa metragem dos seus mais de oitenta anos de vida…    

 

Nuno Espinal

 

SAM_0797.JPG

SAM_0801.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 03 Maio , 2016, 08:53

FB_IMG_1462131262815.jpg

Notícia: Fábio Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 02 Maio , 2016, 20:39

IMG_0979.JPG

A Sociedade Filarmónica Flor do Alva, vai deslocar-se no próximo domingo dia 8 de maio a Cinco Vilas, Distrito da Guarda, onde irá abrilhantar os festejos daquela localidade.


A Direção.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 02 Maio , 2016, 12:42

13046341_977527765675771_911191528_n.jpg

 

Rasgo o silêncio no peito das minhas memórias. Grito no vento vida e estórias.

São rasgos rasgados, trilhados, guardados nas noites dos dias em que o silêncio me escuta.

Sou mar no rasgo de cada silêncio.

Sou voz de silêncio a cada rasgo no peito.

São mares e marés que me guardam de tantos revés onde grito silêncio sem voz.

Rasgo o silêncio que me enlouquece a cada momento em que o horizonte

São silêncios rasgados.

São memórias guardadas. São mares navegados.

São Rasgos de Silêncio. Abro as mãos, abraço o momento, escuto o vento.

São todos silêncio.

São todos silêncios rasgados em mim.

São rasgos de silêncio que abraçam o pensamento.

Momentos de azul guardados no vento.

São silêncios que me devoram, guardam e demoram.

São Rasgos de Silêncio.

Arde em mim o desejo de um silêncio sem fim.

Rasgado na pele, um silêncio em mim.

“Rasgos de Silêncio” são momentos que moram no peito das minhas memórias.

“Rasgos de Silêncio” são horizontes do meu olhar, pintados de fogo intenso, guardados em azul-mar.

“Rasgos de Silêncio” são a pele do que sinto, o arrepiar do momento em que abraçado pelo vento me dispo de mim e me encontro num momento sem fim.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 01 Maio , 2016, 23:18

A Capela de São João tem novo telhado. Na Missa da Festa em homenagem ao Santo, que já não tarda assim tanto, até pode chover, que o nosso São João já não se molha. Parabéns à Fabrica da Igreja e Parabéns aos Mordomos que, do que sobrou entre receitas e despesas de anteriores Festas, contribuiram para o fundo financeito da obra.

 

SAM_0789.JPG

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Maio 2016
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12

15
17
20
21

23
24
27

31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds