publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 07 Outubro , 2015, 22:45

SAM_0711-002.JPG

 

Na habitual pacatez, que estes dias cinzentões mais adensam, de quando em quando há uns fenómenos que, em Vila Cova, desafiam, curiosidades e rotinas.

Ontem, por exemplo, no sossego das “tílias”, à hora em que alguns se juntam e o tagarelar pós-almoço é um reforço digestivo, a estrada, de silhueta velha e piso novo, foi palco da passagem de uns velhos bólides, que, ao que alguém informado dizia, integravam um “rali clássico”.

Os tempos mudam mesmo. Antes, na estrada, pouco mais que esganiçados rodados de carros de bois, covas esburacadas para berlindes e até bailaricos, na terra batida, em dias de festa.

Hoje é o que se vê: ele são passeios de tratores, motard’s de Góis, bicicletas em alta velocidade a cumprir uma etapa de Volta a Portugal e, até, estes simpáticos, elegantes e roncantes calhambeques em versão botox.

Que aconteçam estes momentos. A quietude, que é a norma, colhe assim outra dimensão. É que sem estes esporádicos beliscos arriscar-se-ia a não passar de um grandessíssimo tédio!  

 

Texto: Nuno Espinal

Fotos: Andreia Tavares

 

SAM_0708-001.JPG

 

SAM_0706.JPG

 

SAM_0712.JPG

 

SAM_0714.JPG

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Outubro 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
14
15
17

20
22
23

25
27
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds