publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 12 Maio , 2015, 22:26

001.JPG

024.JPG

035.JPG

 

042.JPG

046.JPG

053.JPG

068.JPG

061.JPG

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 10 Maio , 2015, 11:47

11210455_783111191801942_1705670064283310163_n.jpg

 

Ontem dia 9 de Maio quando me deslocava para visitar um terreno, deparei-me com este cenário:

Caminho intransitável, é de lamentar!

Agradecia que a junta de freguesia de Vila Cova do Alva se debruasse sobre este estado.

Ana Brito

 

Nota do Miradouro:

A reclamação da Sr.ª Dª. Ana Maria Brito é legítima, inserida nos direitos de cidadania.

O Miradouro acolhe e publica a reclamação, dando democraticamente voz a quem o procura.

A reclamação é dirigida à União de Freguesias, autoridade que zela por aspetos essenciais da vida da comunidade, nomeadamente, a melhor transitabilidade nas várias vias de acesso público.

Contudo, estamos em crer o possível desconhecimento que esta entidade terá da situação exposta, de resto, causada por terceiros, a quem se pede, de futuro, um comportamento de maior contemplação cívica.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 09 Maio , 2015, 14:41

unnamed.jpg

 

Hoje, em Coja, recebemos um grupo de sete seminaristas do Seminário dos Olivais, do Patriarcado de Lisboa.

Fui eu que os levei ao Piódão, onde vão passar três dias. Com eles vinha o Reitor do Seminário, Padre José Miguel Pereira.

Pensei chegar ao Piódão pelo Rio Alva. Ao aproximar-nos de Vila Cova, alguém quis ir à Fonte dos Passarinhos beber água fresquinha. Quem era? O jovem Ricardo Figueiredo, filho da D. Ofélia Oliveira Cruz, natural de Vila Cova do Alva.

Pois o Ricardo já recebeu o Diaconato e brevemente será ordenado Sacerdote.

Ao visitarmos a Igreja, várias pessoas o reconheceram e cumprimentaram. O jovem Ricardo disse-nos que adora esta Vila e que Sua Mãe lhe fala muitas vezes da Terra e do saudoso Padre Januário. Esperemos que brevemente ele venha até nós, após a sua ordenação.

 

Manuel Fernandes


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 08 Maio , 2015, 23:07

A3_mostra_2015_outlines_q.jpg

 

A “Sexta Mostra de Sabores e Lavores”promete e tem todos os ingredientes para ser um êxito.

Um desfilar de agrupamentos de caracterização lúdica e cultural, que, por certo, arrastarão ao recinto da Praça muito público nos próximos dias 22, 23 e 24.

Esperam-se, por outro lado, vários expositores, para além das tendinhas de comes e bebes e de outras participações como uma palestra e uma exposição de fotos, fotos estas que serão o substrato de alguns apontamentos da história contemporânea de Vila Cova.

Na sexta, dia 22, após a abertura oficial do certame, atuarão, da parte da noite, os grupos “Prima Tocata de Pombeiro da Beira” e o “Grupo de Concertinas Sons da Serra”.

Sábado, da parte da manhã, exibir-se-á na Praça o “Grupo Afadaxi” e na parte da tarde o “Grupo de Danças e Cantares de Soito da Ruiva”, o “Grupo de Teatro Os Gorgulhos”, a nossa “Flor do Alva” e por fim o “Grupo de Concertinas Sons e Suadelas”. À noite um programa em cheio com a “Tuna de Arganil” e “Fados de Lisboa”.

Domingo, a partir da três e meia da tarde, atuarão o “Rancho os Malmequeres da Cerdeira”, a “Tuna de Cantares da Coja”, o “Rancho Folclórico As Flores de Casal de São João” e, a fechar o programa, a “Filarmónica Barrilense”

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 07 Maio , 2015, 09:45

unnamed.jpg

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 06 Maio , 2015, 23:06

padre_rudolfo-001.jpg

A ideia parte do Padre Rodolfo Leite e, materializada em proposta, foi apresentada à Rádio Clube de Arganil, imprescindível na ação, e a Instituições de Solidariedade Social do Concelho, incluindo, claro, a nossa Santa Casa de Misericórdia.

Saltará à mais elementar suposição que a RCA surge aqui para cumprir um propósito: a emissão radiofónica de um programa. Ora, e qual o papel das IPSS(s) na proposta? Nem mais nem menos do que a realização de programas de rádio.

A ideia é dar uma maior visibilidade e conhecimento ao público de cada uma das Instituições do setor, setor este “que representa” conforme ofício emanado pelo Padre Rodolfo, “uma inquestionável valia social e económica no concelho”.

Cada Instituição participará em três programas, divididos por temáticas já definidas como a apresentação da própria IPSS, a palavra dada aos utentes e por fim um espaço dedicado especialmente aos colaboradores.

Os programas serão apresentados, a partir, em princípio, de 3 de Junho, sempre às quartas-feiras, com a duração de 50 minutos e início às 15 horas.

A voz da nossa Santa Casa far-se-á ouvir lá para finais de julho e poderá ser ouvida em qualquer parte do país e até do Mundo graças à sintonização via internet.

A proposta foi hoje apresentada em reunião em que estiveram presentes, para além do Padre Dr. Rodolfo Leite, o Presidente da Rádio Clube Arganil, Sr. Abel Fernandes e dirigentes de várias IPSS(s) do Concelho.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 04 Maio , 2015, 22:13

IMG_1954.JPG

IMG_1959.JPG

IMG_1956-001.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 04 Maio , 2015, 21:32

IMG_1963.JPG

A nossa “Flor do Alva teve um fim-de-semana bastante interventivo, marcando a sua presença na localidade da Cerdeira, no sábado, e, no domingo, em Vila Cova na celebração do “Dia de Santa Cruz”, que é também dia em que a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia é festejada.

Na Cerdeira participou em mais uma edição do “Cerdeira Com Vida”, em concerto que, apesar da hora tardia, arrastou bastante espetadores

Em Vila Cova acompanhou as cerimónias da Missa, celebrada na Igreja do Convento, e da parte da tarde protagonizou um concerto no Salão da Casa do Povo, com um reportório de “marchas”, muito bem interpretadas pelos seus músicos, maioritariamente jovens, e superiormente dirigida pelo maestro Ricardo Calado.

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão

IMG_20150502_233025.jpg

IMG_20150502_234744.jpg

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 03 Maio , 2015, 22:14

IMG_1945.JPG

A chuva caiu toda a manhã e só deu tréguas por alturas do final da Missa, já o relógio caminhava para o meio dia. Ainda assim, o Padre Rodolfo não quis arriscar, já que nada garantiria que durante a procissão não retornasse a chuva, com todos os inconvenientes para os que nela se incorporassem e com o risco de a imagem de Cristo na Cruz, feita em madeira, sair afetada, com danos irreversíveis. Não se realizou Procissão e, aproveitando o tempo que lhe era destinado, foi rezado um terço, que o Prof. Manuel Fernandes (o Padre Rodolfo, entretanto, ausentara-se para um funeral) dirigiu com a sábia experiência da sua ex-vivência sacerdotal.

São estes os factos que relevam a crónica deste dia de Santa Cruz, dia de comemoração da Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova. Mas também foi dia da Mãe. E estes dois acontecimentos foram destacados na homilia do Padre Dr. Rodolfo Leite, associados a um terceiro que emerge da evocação da Cruz e da Mãe: o Amor, no seu sentido mais lato e abrangente.

Toda esta celebração religiosa teve a participação da “Flor do Alva”, que interpretou hinos alusivos às comemorações da data, com destaque para o sempre comovente cântico das “Três Ave Marias”.

 

Nuno Espinal

 

IMG_1947.JPG

 

IMG_1949.JPG

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Maio 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
16

18
19
21
22
23

24



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds