publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 16 Abril , 2015, 23:03

unnamed.jpg

Prosseguem as manobras militares em domínios vizinhos a Vila Cova, no meio de matas e estradas de terra batida, com tropas equipadas a preceito e “tanques” que são verdadeiros portentos, a ponto de deixar de pelo eriçado quem de manhã, por eles era surpreendido. “Aquilo era de meter medo”, disse-me alguém que testemunhou todo aquele aparato.  “Soldados mascarados de metralhadoras e canhões virados para p alcatrão…” E disse mais: “Deus me guarde se um dia me visse numa coisa daquelas a sério! Morria de medo!”

Mas, calminha! Nesta terrinha, que é o nosso Portugal, pátria de brandos costumes, guerra é coisa que não nos passa pela cabeça.

Mas, claro, à cautela!...

 

(Fotos de Cláudia Lourenço e Inês Carvalho)

 

11024697_839854289418833_4558502480850179268_n (1)

 

11156300_10202571930058869_2198871610726785234_n.j

 


comentários recentes
Sinceros sentimentos pelo falecimento do Tó Man...
Não foi de Covid
DISTÂNCIA/SEPARATISMO DOS PARASITAS-HORRORIZADOS c...
Foi de Covid-19?
Caro Sr. Avelar: obrigado pelo seu comentário. Apr...
As nossas condolências para a família toda.Frenk e...
" Ser Poeta ė ser mais alto...(Florbela Espanca)Qu...
Caro Nuno: Gostei muito. Aliás não esperava outra ...
Demasiado jovem para partir.Que descanse em paz.
Sentidos pêsames a toda a família. Muita força e c...
Abril 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
14
18

20
21
24

27
29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds