publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 29 Dezembro , 2014, 18:40

IMG_0993.JPG

 Ora, amigos das passeatas noturnas de Verão ao “escuro”, aqui vai uma boa notícia. O executivo da Junta decidiu, e bem, dar um arranjo ao Miradouro do Entroncamento. E há que dar, aos nossos autarcas, os Parabéns! Aquilo até está com gosto.  Um arranjo que se justificava e por tanto tempo negligenciado. Mas, como diz o velho ditado: “Antes tarde do que nunca.”

 

IMG_0997.JPG

 

IMG_0995.JPG

 

  


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 29 Dezembro , 2014, 18:25

Povoam. Anc.jpg

 

Se em Vila Cova se fala que qualquer dia serão mais as casas que as gentes, em Anceriz essa é, já hoje, a realidade.

Despojadas de vida, muitas são as casas que se encontram fechadas e desabitadas onze meses por ano, salvo algumas, cujas famílias retornam à aldeia mais amiúde e outras que se fecharam há muito e só o tempo passa por elas.

As casas são memórias dos tempos em que as famílias por lá viviam, às dezenas, cruzando-se nas ruas e quelhas, nas eiras e nos campos, no forno comunitário, nas suas tarefas diárias, com os mais novos em alegre algazarra, sempre ajudando e atrapalhando, como só as crianças sabem fazer.

As crianças cresceram e fizeram-se homens e mulheres, que naturalmente procuraram fora da terra uma melhor vida, menos agreste e mais sorridente.

Partiram.Para Coimbra, a capital, o estrangeiro. Por lá constituíram família e futuro. E hoje… ficaram as casas… e os velhos. As memórias e as saudades. Os lugares e o vento. A terra, a solidão e o desencanto.

Os que, novos, ficaram poucos são. E o tempo, a esses, também não perdoou. Devagar, a vida passou por eles e a poucos sorriu. Cada vez são menos, como em Vila Cova.

Salve-se a União das freguesias que, sem querer pôr em causa as razões pelas quais se concorda ou discorda do facto, parece ter trazido um maior “aconchego” às populações que a constituem – a união faz a força, diz o ditado.

Agora somos mais. Mas… seremos suficientes?

Silvino Lopes


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Dezembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

19

27



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds