publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 17 Novembro , 2014, 18:04

images.jpg

 

Despachei uma frase curta, em procura ao diálogo:

-Vem aí uma época bonita, muita cor, muita alegria e animação, o Natal…

Silêncio e mais silêncio. Até que lhe ouvi:

-Haja saúde e quem por mim olhe e qualquer altura do ano é bonita…

Pois é, vive só, tem 92 anos. Que imponderado que fui!

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 16 Novembro , 2014, 18:21

Esperavam-se lógicas dificuldades do Vilacovense face a um adversário que, à partida, é considerado por muitos como o favorito da série.

Veja-se a dimensão das duas localidades a que pertence cada um dos conjuntos e perceber-se-á quanto difícil se previa este jogo para a equipa de Vila Cova. Mas os jogadores da nossa equipa aguentaram-se bem no embate, realizando uma excelente exibição, perante um adversário que demonstrou bons argumentos, com um conjunto bem organizado, jogadores muito jovens, alguns deles oriundos das escolas do Lousanense.

E não fora um erro de um dos fiscais de linha, o Vilacovense poderia mesmo ter ganho o jogo, já que lhe foi invalidado, erradamente, um golo, por fora de jogo, na sequência de uma bola rechaçada pelo guardião da equipa de Foz de Arouce, que um nosso jogador aproveitou para introduzir na baliza.

Bom jogo da nossa equipa, que mais uma vez se apresentou como um conjunto muito bem organizado e que perspetiva uma boa prestação neste Inatel 14/15, que hoje se iniciou.

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 15 Novembro , 2014, 22:45

DSCI0256.JPG

 

O Vilacovense recebe amanhã o Grupo Desportivo Arouce Praia, dando assim o pontapé de saída, a partir das 15 horas, à sua participação no Inatel de Coimbra, época 2014/2015. Pouco se sabe do Arouce como equipa de futebol. Apenas que provem de uma localidade, Foz de Arouce, situada nas margens do Rio Ceira e Rio Arouce, a cerca de 20 quilómetros de Coimbra e a sete da Vila de Lousã. A freguesia tem uma população residente de 1.112 habitantes, sendo essencialmente agrícola e privilegiada pelas ínsulas banhadas pelo rio Ceira e recortadas por encostas de produção vinícola de reconhecida qualidade.

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 13 Novembro , 2014, 22:31

IMG_3167.JPG

É uma questão que se arrasta há muitos anos e que teima em permanecer sem resolução que se vislumbre.

Refiro-me à degradação, a cada dia que passa, de parte dos templos religiosos de Vila Cova, com valores históricos e artísticos que superam a grande maioria das obras que, neste concelho de Arganil, têm tido investimentos de milhões.

Valha-nos, contudo, ainda que provavelmente a sua ação não atinja resultados significativos, o empenho e dedicação, sob a forma de alerta e protesto, do deputado do Partido Comunista da Assembleia Municipal do Concelho de Arganil, de nome António Lopes que, nem sendo de Vilacovense, insiste em evidenciar a situação de ignorância a que as autoridades têm votado um filão no concelho que se chama Vila Cova de Alva, pela sua riqueza de património histórico e religioso.

Claro, que os templos são propriedade da Igreja. Mas também é verdade que são reconhecidos como de valor público. Daí que a responsabilidade do Estado não possa, de modo nenhum, ser branqueada.

As obras, a concretizar-se, reclamarão, por certo, uns bons milhares de Euros (estamos a referir-nos, em especial, aos caixotões que integram telas pintadas no teto da Matriz e à sacristia e órgão de cravo da Igreja do Convento).

Mas, os anos têm passado e, mesmo com apelos e diligências de gente sensibilizada para esta causa, Vila Cova não tem merecido a atenção de quem, ao longo dos anos, poderia intervir, pelo poder e meios de que dispõem.

Ainda, assim, saúde-se a ação e dedicação de alguns. Na contemporaneidade, volto a destacar o empenho do Padre Rodolfo, nas obras importantes que já fez e estão em curso na Matriz, nomeadamente o telhado, a pintura de paredes e o arranjo da talha do altar principal. E, porque sinceramente me sensibilizou, o empenho do Eng. António Lopes, pelo ardor com que se tem dedicado ao incentivo em prol de Vila Cova. “É um lírico” – há quem diga. Um nadinha talvez o seja, há que admitir, mas quem nos dera que muitos “líricos” houvesse e que no mínimo funcionassem como verdadeiras “chapadonas” ao amorfismo de muitos.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 11 Novembro , 2014, 18:35

SAM_0501.JPG

Quentinhas e boas! – Houve quem dissesse.

E eu, afastado do nosso Centro de Dia pelos setenta quilómetros que distam Coimbra, bem pesaroso fiquei por não ter conseguido provar umas castanhitas. E não só. É que, a acompanhar as castanhas, nada melhor que um cálice de jeropiga.

Sim, jeropiga, e logo da boa, vinda da reserva do amigo, Sr. Alfredo Antunes, que a ofereceu para esta comemoração de época.

E pronto! Fez-se a Festa. Viva o S. Martinho.

 

Nuno Espinal

Fotos: Andreia Tavares

SAM_0506.JPG

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 10 Novembro , 2014, 23:00

IMG_0776.JPG

 

As fotos falam por si.

Placard, escavadora, manilhas e outros apetrechos dizem-nos o que há muito queríamos saber. Parece que desta vez tudo se encaminha para que a ETAR venha a ser uma realidade.

Afinal, já não era sem tempo.

IMG_0777-002.JPG

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 09 Novembro , 2014, 22:16

O resultado pouca importância terá, já que num jogo de preparação o que no fundamental conta é o aproveitamento individual e coletivo, de modo a melhorar o desempenho da equipa. E este aspeto não foi frustrado, atendendo a que o Vilacovense demonstrou bom entrosamento e subida do rendimento individual da generalidade dos jogadores.

Lamenta-se a atitude do árbitro, mesmo considerando ser um dos da “terra”, a beneficiar nitidamente a equipa da casa.

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 08 Novembro , 2014, 22:40

023.JPG

 

De acordo com a tradição, a Missa de evocação dos Irmãos falecidos da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia foi hoje celebrada pelo Sr. Padre Rodolfo Leite na Igreja do Convento.

O Sr. Padre Rodolfo Leite, na homília que proferiu, salientou o papel de solidariedade da Santa Casa, concretamente dos Irmãos que a edificaram e a continuaram, ao longo da sua história.

A Santa Casa é no presente, de acordo com as palavras do Sr. Padre Rodolfo, uma herança significativa, talvez a maior riqueza de que o Povo de Vila Cova dispõe.

Antes do termo da cerimónia, uma procissão, como também é da tradição, percorreu um curto trajeto que integrou o primeiro lance de escadas precedentes da entrada da Igreja.

 

Nuno Espinal

Fotos: Margarida Figueiredo

006.JPG

 

003.JPG

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 07 Novembro , 2014, 20:38

 

untitled.jpg

O sorteio realizado para agrupamento, por séries, das equipas que vão disputar o Inatel de Futebol, do Distrito de Coimbra, ditou que o Vilacovense fica integrado no Grupo D, conjuntamente com as equipas do S. Martinho da Cortiça, Vasco da Gama (Seixo da Beira), Pomarense, Sangianense e Arouce Praia.

O Vilacovense disputará o primeiro jogo dia 16 de Novembro, no seu campo, e terá como adversário o Arouce Praia.

 

(Informação prestada pela Presidente do Vilacovense, Dr.ª. Andreia Paiva)

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 06 Novembro , 2014, 23:18

Livro-da-Primeira-Classe-1954.jpg

 

Livros que se tornaram símbolos. Acompanharam-me na então instrução primária. Alguns períodos, do decurso desses meus primeiros anos de formação escolar, passei-os na velha Escola de Vila Cova. Como professora, que me preparou, inclusive, para o exame de admissão aos liceus, a saudosa Dª Anita.

Estes livros e cadernos, de quando em quando, releio-os. Não evito, confesso, uma pontinha de emoção.

Claro, eu sei! São espelho de uma ideologia que combati e verbero. Mas, haja condescendência. É que alguma, da mensagem, continha princípios éticos e morais que talvez, lesivamente para a sociedade, se tenham perdido. O respeito, por exemplo.

 

Sabeis, meus meninos, como podeis agradar ao vosso professor?

Ouvi:

Não façais barulho na aula.

Não deiteis papéis para o chão.

Não risqueis as carteiras, nem sujeis as paredes.

Tende os livros e cadernos sempre limpos e em ordem.

Estai com atenção.

Sede amigos uns dos outros. Os alunos de uma escola devem ser como irmãos.

 

Reparem que nesta lição nem uma única alusão ao respeito e obediência que se deve para com o professor. Por desnecessário. Impensável que assim não fosse.

 

Nuno Espinal

Livro-da-Segunda-Classe-195414.jpg

 

Livro-de-Leitura-da-3-classe14.jpg

 

Livro-4-Classe-19413.jpg

 

Portugal-Administrativo4.jpg

 

Tabuada.111.jpg

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Novembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

18
22

25
27
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds