publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 01 Novembro , 2014, 23:36

De entre os elementos comuns, a par de significativas diferenças, que percorrem as várias religiões no Mundo, há um que ganha acuidade, como atitude reflexiva, na data de amanhã, dia 2 de Novembro, para nós, que vivemos sob a abóboda do catolicismo, e em que são homenageados os nossos entes queridos já falecidos: A busca de um sentido para a Vida e, por arrastamento, um significado para a Morte.

É na conclusão da equação destas premissas, sentido da Vida e significado da Morte, que cada religião interpretará, na sua conformidade doutrinária, significados da Vida e da Morte.

Dizem os caudilhos do “Estado Islâmico”, em apelo aos muçulmanos de todo o Mundo: “Morte aos infiéis ocidentais, dá a vida se preciso for pela causa do Islão, serás recompensado no Paraíso.”

Arrepiante!

Bem diferente o conceito vigente na nossa cultura, por doutrinação inquestionável do catolicismo (e é meramente doutrina, valores e moral que aqui sobrelevo), quando proclama que a eternidade começa já antes da Morte, que a Vida é um valor indestrutível e, em um dos seus mandamentos, declara: Não matarás!

Dizia Cristo: “Eu vim para que tenhais a Vida e a tenhais em abundância”.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 01 Novembro , 2014, 00:29

capa.jpg

Foi fechada a edição nº27 da revista cultural da Beira Serra - Arganilia.

Este número será dedicado à gastronomia da Beira Serra, incluindo artigos de Ana Feijó Ribeiro, Carla Brito, Fernanda Maria Figueiredo Dias, Fundação ADFP – Assistência, Desenvolvimento e Formação Profissional, Horácio Flórido, José Moreira Castanheira, Madalena Carrito, Mafalda Ferro, Maria Beatriz Rosário de Alcântara, Miguel Ventura, Nuno Mata, Nuno Neves, Olga Cavaleiro, Pedro Santos, Real Confraria do Maranho, Ricardo Pereira Alves e Victor Cardoso. Dietitas, Confrarias gastronómicas, investigadores históricos, jornalistas, empresários, autarcas e associações apresentam os seus contributos para mais um volume deste projecto Arganilia, destacando-se e saudando-se o facto de muitos dos colaboradores serem estreantes.

A revista deverá estar disponível ao público muito em breve, continuando a divulgação e preservação do património desta área das Beiras.

 

Nuno Mata, vice-director da revista Arganilia


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Novembro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
12
14

18
22

25
27
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds