publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 23 Agosto , 2014, 15:54

 

 

Mês de férias para muitos, mês de “trabalho” para os Gorgulhos/Teatro Na Serra.

Com quatro epectáculos (13, 14, 17 e 21 de Agosto), Os Gorgulhos levaram a cena o seu divertido espectáculo “AX’ISTO MUITO ESTRANHO”.

No auditório da Biblioteca Miguel Torga, em Arganil e na Casa do Povo, em Coja, a actriz Fernanda Santana (encenação e direcção de actores) e o actor Silvino Lopes (texto, música e letras) realizaram três espectáculos, com uma audiência total de cerca de oitenta crianças.

Tendo como público alvo, neste espectáculo, as crianças, a peça “AX’ISTO MUITO ESTRANHO” agrada também aos adultos, pelas reacções observadas durante e após o espectáculo, onde a Fernanda e o Silvino, após o final, despiram as suas personagens e apresentaram-se ao público como pessoas e, pegando no tema do teatro, perguntaram e responderam às questões colocadas pelas crianças, sobre como tudo se faz, nesta arte. Desde o cenário ao guarda-roupa, do texto aos adereços, os actores mostraram e explicaram a todos, a simplicidade de processos e o aspecto lúdico e divertido que uma peça de teatro pode ter. Mas não se esqueceram de alertar para a importância da leitura e da escrita, mas também da fantasia e da imaginação, ingredientes que fazem de cada criança um ser único e especial.

Mas em Anseriz, durante as festas. O sucesso foi enorme.

No passado domingo, dia 17, Os Gorgulhos actuaram à noite, antes do baile, para uma plateia com muitas crianças e muito mais adultos (mais de cem pessoas, certamente).

Todos estavam curiosos e a surpresa foi total. Assim como o divertimento. Sinceramente, gostámos.

Um texto pensado e escrito para as crianças, mas que a todos diverte, uma mensagem ecológica forte, explícita e bem direccionada. Muita alegria e concentração por parte dos actores, que prende quem vê, pelo ritmo imposto e facilidade com que nos transportam para a acção.

Três canções compõem o ramalhete. Duas tocadas ao vivo pelo actor Silvino Lopes (mais poéticas) e um Rap com apoio instrumental gravado, onde a actriz Fernanda Santana transmite com energia um alerta ecológico simples, directo e envolvente, apelando a todos que se empenhem em cuidar do planeta.

O som da peça é simples e começa por nos envolver naquele universo próprio da história. No final, a nave parte para o planeta Esperança, levando com ela todos nós em pensamento.

Com a ajuda do Diogo Ribeiro, jovem que está a dar os primeiros passos como técnico de som e luz, o espectáculo tem agora uma ambiência acolhedora e envolvente. Parabéns Diogo.

Fruto de investimento próprio e, até agora, sem qualquer patrocínio, Os Gorgulhos tem adquirido material de som e luz que utilizam nos seus espectáculos, melhorando o resultado final.

Actuado maioritariamente pro-bono, Os Gorgulhos/Teatro Na Serra, com a sua arte e prazer, trouxeram ao nosso conselho, uma lufada de ar fresco.

Parabéns aos Gorgulhos

 

Carla Almeida

 

 

 

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13

17
19
20
22

25

31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds