publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 21 Janeiro , 2014, 23:01

 

Dei por mim a divagar sobre os nomes dos dois gémeos recentemente nascidos: Leonardo e Magda. São nomes que me soam bem, com musicalidade, com vogais abertas. Conclusão: Pessoalmente não desgosto.

 

Mas a tal musicalidade, baseada na abertura das sílabas, não é razão para simpatizarmos com todos os nomes ou palavras. Ouça-se a palavra cueca. Não tem sonoridade? Julgo que até tem. Mas, pessoalmente, confesso, não é bem das minhas simpatias. Outra ainda: alforreca. Ui, detesto. Pensando bem, a palavra em si até tem alguma sonância auditiva. A questão está em associá-la ao bicharoco. E aí é que está o busílis. A associação acaba por destruir toda a estética sonora das palavras. E muitas outras poderemos citar. Uma mais: marreco. Outra ainda: xelindró. Gaita, dirão alguns, essa é que não! Pois é! De palavras destas, com sonoridade alegre, mas com significados menos simpáticos está o nosso léxico cheio.

 

Vou-vos então contar uma história. Aqui há uns anos, um alemão, de visita a Portugal, apaixonou-se de tal maneira por uma palavra portuguesa, que não hesitou em lhe apreender a fonética, a fim de a levar para o seu país e com ela dar nome de batismo à recém nascida filha.

 

Sabem qual era a palavra? Nem mais nem menos que esta: ALGUIDAR! Não é bem musical?

 

 

 

Nuno Espinal     

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Janeiro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9

15

24

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds