publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 22 Dezembro , 2013, 22:30







publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 22 Dezembro , 2013, 22:18





publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 22 Dezembro , 2013, 22:09

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 21 Dezembro , 2013, 20:29

 

 

A doença afastou-o das tarefas normais da paróquia de Coja, ainda que mantivesse a sua disponibilidade para o ministério da Igreja, embora a um ritmo moderado. Foi assim que ainda em Março deste ano esteve em Vila Cova a oficiar as cerimónias do domingo da Bênção dos Ramos.

Faleceu hoje, depois de uma vida consagrada às funções sacerdotais, parte delas exercida na Paróquia de Coja.

Deixa muitas saudades, até pela dedicação a obras sociais, sendo muito importante o seu empenhamento na construção do atual Lar de Coja.

O funeral realiza-se segunda-feira, a partir das onze horas, desde a Igreja de Coja até a um cemitério de localidade do concelho de Tábua.

Antes, com início às nove e trinta, realizam-se cerimónias exequiais na Igreja Matriz de Coja.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 21 Dezembro , 2013, 18:25

publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 20 Dezembro , 2013, 21:06

 

 

O Vilacovense vai entrar em campo em 5 de Janeiro de 2014, data em que defrontará o Pomarense, no campo deste, jogo a contar para a 8ª jornada. Vai entrar em campo como líder e com uma vantagem, na série que disputa, de 5 pontos sobre a equipa de S. Martinho da Cortiça, equipa 2ª classificada. Nos jogos que disputou até agora, precisamente sete jogos, tem um “score” de 5 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

No último jogo que disputou, em Alvoco, a nossa equipa continuou a dar boa conta de si, podendo, inclusivamente, ter terminado os noventa minutos regulamentares com um resultado mais elevado, atendendo às oportunidades de golo de que dispôs. Mas há a salientar a boa exibição do guardião da equipa adversária, ainda que o nosso guarda-redes mereça também destaque pelas boas defesas que fez.

 

Em Alvoco foi esta a constituição da equipa:

 

Guarda-redes: Bruno Oliveira

Defesas: Joel Leal (Diogo Poço aos 75 minutos), Luís Carlos Quaresma, António Cruz (capitão) e Paulo Ricardo (Tó-ZÉ aos 70 minutos);

Médios: Filipe Tavares (Bruno Santos aos 77 minutos), Luís Carlos Costa, Jorge Reis, Sérgio Fonseca (António Pereira aos 65 minutos) e Renato (Jorge Sousa aos 40 minutos);

Avançado: João Correia.

O marcador do golo foi Filipa Tavares.

Suplentes não utilizados: Fábio e Rui Mota (treinador/jogador).

Massagista: Fernando Figueiredo

Delegado José Santos

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 20 Dezembro , 2013, 16:53

 

 

Multiplicam-se os almoços e jantares de confraternização nesta época de Natal. E na nossa região esta é também uma constante. O que não sendo nestes últimos anos uma novidade é algo que não acontecia antes de há uns cinquenta ou sessenta anos. Duas razões a explicarem este fenómeno. Alteraram-se as relações de trabalho, O setor primário, que individualizava quem trabalhava a soldo de proprietários individuais da terra, perdeu não só hegemonia como acima de tudo expressão. Implantaram-se os setores secundário e terciário e a população ativa trabalha maioritariamente para empresas. Ora, na senda de um mimetismo, a que a globalização tantas vezes conduz, nada como aplicar procedimentos usados nas cidades. Nesta altura trabalhadores de empresas juntam-se e confraternizam, e seguindo uma característica tão latina, à volta de uma mesa, aliando ao prazer do convívio o prazer da boca.

E porque trabalhadores são todos os que trabalham, seja em grandes ou pequenas empresas, as trabalhadoras do Centro de Dia da nossa Santa Casa não fugiram à regra. Ontem, sexta-feira, juntaram-se ao jantar, acompanharam-se de maridos e filhos e, em convívio pacato, mas sincero, ali estiveram fazendo jus à boa disposição.  

Eu tive o prazer de lhes fazer companhia. E como me senti em família!

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 18 Dezembro , 2013, 21:51

 

 

 

Nem sempre o ótimo é inimigo do bom. Ou melhor: Quando o ótimo está longe de estar à mão, então aplauda-se o bom.

O que acontece na Igreja Matriz é isso mesmo. Todos nós temos sonhado ao longo da vida com a recuperação das telas do teto da Igreja Matriz. Mas, e o dinheiro? Talvez um dia, ou com um mecenas (caído do céu) ou com uma intervenção de dinheiros vindos de fundos europeus, até porque a nossa Igreja é considerada como património de “interesse público”.

Mas, enquanto essa bênção financeira não chega (será que algum dia chega?) contentemo-nos com o que é feito. E o que está a ser feito acaba por ser, afinal, o melhor que agora se podia fazer, ou seja, o ótimo. Reparações no soalho, nas paredes e outras partes, que quando estiverem concluídas vão dar um aspeto totalmente alindado e melhorado à nossa Matriz.

Força senhor Padre Rodolfo Leite. O senhor nem sequer promete, o senhor faz.

 

Nuno Espinal

 

 

 

 

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 17 Dezembro , 2013, 20:38

 

Tenho acompanhado as notícias da nossa terra através do "Miradouro" com bastante interesse. Lamento que mais algumas pessoas nos tenham deixado para sempre.

Contudo, congratulo-me com o esforço que tem vindo a ser feito, no sentido de recuperar a Igreja da Misericórdia e a Igreja Matriz, bem como o Convento. Achei interessante a utilização da Misericórdia enquanto a Matriz está em obras. É preciso dar vida ao nosso património. Só assim chamamos a atenção para o seu valor monumental e artístico.

Gostaria de saber mais pormenores sobre os trabalhos de recuperação da Igreja Matriz, particularmente, os "caixotões" cujas pinturas estão em franca e irremediável deterioração. 

Gostei também de saber que prestaram homenagem ao nosso sempre saudoso e estimado Padre Januário, com a celebração religiosa pela sua alma. Associo-me, mesmo que só agora, a essa sentida homenagem.

 

Abílio Pinto


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 17 Dezembro , 2013, 20:34

MENSAGEM DE NATAL E ANO NOVO

 

Para todos os amigos vilacovenses, onde quer que se encontrem, um

 

SANTO E FELIZ NATAL E UM MUITO BOM ANO DE 2014

 

 

Abílio Pinto


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Dezembro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

19


29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds