publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 19 Julho , 2013, 00:13

 

Escuridão de que provenho,

Amo-te mais do que à chama

Que limita o mundo

Enquanto brilha

Para qualquer círculo,

Fora do qual nenhum ser sabe dela.

 

Mas a escuridão aperta tudo a si:

Figuras e chamas, animais e a mim,

Tais como os arrebata,

Homens e potências.

E pode bem ser que qualquer força imensa

Se mova ao pé de mim.

Eu creio em noites.

 

Rainer Maria Rilke (poeta alemão)

 

Foto: NE (Bairro de S. Sebastião, Vila Cova de Alva)


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Julho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

16
18

23
26

28


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds