publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 09 Julho , 2013, 23:23

 

Foto de arquivo de Nuno Espinal: O padre Januário em convívio, com um garrafão nas mãos. Da esquerda para a direita: Sr. João de Figueiredo, Eng. Silvestre Leitão, Sr. Fernando Gabriel, meus primos Alfredo Ribeiro e José Pinto (de todos os da foto o único que é vivo) e meu avô Quinzinho.

 

De todos nós, os mais velhos, o Padre Januário Lourenço dos Santos faz parte das nossas memórias mais significativas e dos nossos mais saudosos afetos. Aqui fica um apontamento publicado na Comarca de Arganil nº 4.526, de 7 de Julho de 1956, (assinado por Aiaco) em que se noticiavam as qualidades do bondoso Sr. Prior e se noticiava a campanha de angariação de fundos para compra de um carro para as suas “lides sacerdotais”.

Eis o apontamento:

 

Há iniciativas saídas do bom povo da nossa Beira que nos enternecem, tal a sua singeleza e significado. Esta vinda a lume no número de A Comarca de Arganil do passado dia 26 é das que nos obrigam a sair do nosso mutismo, para vir publicamente aplaudi-la, dar-lhe o máximo do nosso entusiasmo e ainda a nossa contribuição.

Bem merece, dos naturais da nossa freguesia, o rev. Padre Januário Lourenço dos Santos, essa homenagem. Só quem não o conheça, quer no exercício do seu sacerdócio, que bem espinhoso é, quer na convivência particular a que a todos nos habituou – pode ficar indiferente a tal iniciativa. Não é propriamente dito a oferta do automóvel que se projeta fazer para as lides sacerdotais que as três paróquias requerem; é, sobretudo, o reconhecimento dos naturais das três povoações, que veem no rev. Padre Januário Lourenço dos Santos não só o amigo sincero, mas também o pároco zeloso, Todos veem nele um amigo, um conselheiro e um inteligente e bondoso pastor da religião católica.

E, nós, porque o conhecemos, apressamo-nos a dar o nosso inteiro aplauso a tão feliz como significativa iniciativa.

À disposição da comissão fica desde já a nossa oferta de 100$00 e fazemos votos para que todos os paroquianos do rev. Padre Januário Lourenço dos Santos, quer sejam ricos, pobres ou remediados, quer sejam de Vila Cova, Barril ou Anseriz, contribuam com o seu donativo, para que no próximo dia 8 de Setembro, todos unidos, possam provar ao nosso pároco quanto o estimamos e como estamos reconhecidos pela sua missão benfazeja nas nossas terras.

Desconhecemos se já está formada qualquer comissão para levar a efeito tão justa homenagem, mas se ainda não estiver, pedimos vénia para alvitrar que a mesma seja constituída por representantes das freguesias de Vila Cova, Barril e Anceriz, os quais, por sua vez, agregariam a si as pessoas que entendessem e, todos juntos, formariam então a comissão central.

 Aqui fica o alvitre e o nosso aplauso.

Que ninguém deixe de colaborar.


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Julho 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11

16
18

23
26

28


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds