publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 08 Maio , 2013, 22:11

 

Extasia-me este pulsar da montanha. E lá me disponho às caminhadas, vagueando por trilhos, num caminhar submisso à liberdade do mero caminhar.

Arribo à “santiosa” e por aí acima, umas passadas mais, eis lá ao fundo, à esquerda, a aldeia de Anceriz, recém irmanada recentemente à freguesia de Vila Cova.

Contemplo-a e sou puxado ao raciocínio: Vila Cova, Anceriz, Vinhó e Casal de S. João. Já se fala nas autárquicas. Não tarda que surjam os promissórios discursos.

E quase me apetece dizer como Torga: “Devo à paisagem as poucas alegrias que tive no mundo. Os homens só me deram tristezas.”

Mas, não o digo. Não o posso dizer. Não sou poeta. Falta-me essa ventura.

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
Caro Sr. Avelar: obrigado pelo seu comentário. Apr...
As nossas condolências para a família toda.Frenk e...
" Ser Poeta ė ser mais alto...(Florbela Espanca)Qu...
Caro Nuno: Gostei muito. Aliás não esperava outra ...
Demasiado jovem para partir.Que descanse em paz.
Sentidos pêsames a toda a família. Muita força e c...
Boa tarde. Qual é o valor em ml de 2/5 de azeite?
Muito bem! Gostei. Contudo falta referir muitos pe...
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Maio 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
15

21

27


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds