publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 26 Janeiro , 2013, 22:51

 

Rua dos Bombeiros Voluntários de Coja ou… Beco dos Bombeiros?

 

Ao comemorar os 50 anos da sua fundação, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Coja, nas pessoas da sua comissão de honra das referidas comemorações, tem levado a efeito, em conjunto com o corpo activo, uma série de eventos a fim de dignificar uma das mais importantes colectividades da vila de Coja, pelo valor que tem ao nível do Socorro.

Entre tais comemorações é de referir a atribuição, pela Junta de Freguesia de Coja, de uma rua (?) a fim de ostentar o nome de «Bombeiros Voluntários de Coja».

Após a escolha pelo executivo ou Assembleia de Freguesia (?), foi decidido atribuir tal distinção à rua (?) que sobe da praça até ao cruzamento com a rua do Adro da Igreja.

Estou certo de que tal rua foi escolhida em virtude da grande “estima” pelos Bombeiros ou certamente pela quantidade de habitantes que ali residem (que não são nenhuns), ou talvez ainda por estarem outras reservadas para os senhores que se dizem de alto gabarito para futuramente ali colocarem o seu nome.

Terá sido uma escolha consensual, uma ideia de algum sabichão fraco de ideias ou talvez uma escolha política?

Lamento que uma instituição como os bombeiros seja desprezada pelos órgãos competentes da vila, pelo descrédito na escolha de tal “beco”, para ali perpetuar o nome da mais importante instituição da vila.

Como se pode, ainda, aceitar que uma placa se descerre 3 dias antes de a mesma ser inaugurada?

Lamento que tal desconsideração ocorra, mas no entanto estou certo que os Bombeiros não se importam com tal situação, pois no seu orgulho e na consciência permanecerá sempre o espírito de ajuda ao próximo sem que para isso conste o seu nome nos “becos” da nossa vila.

João Gonçalves


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 26 Janeiro , 2013, 00:12

 

(Vasco da Gama (Seixo da Beira) 5 Vs Vilacovense 3)

 

Algo frustrante o último resultado do Vilacovense em Seixo da Beira, já que nada fazia prever que a equipa desta localidade fosse capaz arrecadar três pontos perante um adversário de outros créditos. Mas o futebol é isto mesmo e as surpresas e a incógnita dos resultados são dos pricnipais contributos para captar a popularidade, por todos, reconhecida. De qualquer modo, e sem com isto querer justificar o desaire, o Vilacovense enfrentou adversidades que explicam, em parte, a sua menos conseguida exibição. Entre elas, o campo em mísero estado, conforme é visível na foto, a lesão do guarda-redes Flávio e a expulsão, ainda antes do intervalo, de Fábio.

 

Entretanto aqui deixamos a ficha técnica do jogo

 

Guarda-Redes: Flávio Ferreira (Adriano Silva aos 40 minutos);

Defesas: João Pedro (Nelson aos 40 minutos), António Cruz (capitão), Fábio Santos e Ricardo Nunes;

Médios: Jorge Reis, Renato Tavares (Tiago Fernandes aos 40 minutos); Ricardo Santos e Jorge Sousa;

Avançados: João Correia (Bruno Santos aos 75 minutos); e Nick (Moniz aos 40 minutos).

 

Golos: João Correia (2) e Tiago (1)

Treinador: Rui Mota.

Delegado: José Santos.

Massagista: Fernando Figueiredo.

 

Nuno Espinal/Fábio Leitão


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Janeiro 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10

15
19

24



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds