publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 18 Outubro , 2012, 12:00

 

Acordou com um pesadelo. Arranjou-se e partiu para o emprego.

Chegou ao carro, um risco, algo fundo, na porta. Ficou irritado. Arrancou, uma bicha infernal, um sufoco o trânsito naquela manhã. Estacionou o carro e distraidamente pôs o sapato em poça de água enlameada. Sapato encardido e bainha das calças imunda.

Porra, isto está ser demais!

Entrou na pastelaria do costume. Um safanão de alguém e parte do café entornado na camisa branca e no casaco.

Já colérico, vociferou mentalmente contra tudo e contra todos.

Mas de repente:

“Espera, é isso. Hoje é sexta-feira dia 13. Está tudo explicado!”

Sentiu-se um eleito, alguém predestinado na aplicação de uma lei, para ele, universal.

Ficou mesmo feliz, ele, um apaniguado das coisas do esoterismo. Tudo perfeito, sinais transcendentais, privilégio de muito poucos, pensou.

Entrou na sala de trabalho e contou, ufano, as peripécias vividas.

E concluiu:

“Sabem amigos: Sexta-feira, 13!”

Um sorriso a inundar-se-lhe no rosto.

Quase lhe apeteceu dizer:

Sinto que sou um homem invulgar. Aposto que a vocês nada disto aconteceu.

Só que um dos da sala o interpelou:

Olha lá, estás enganado. Hoje é sexta-feira sim, mas sexta-feira dia 12.

Tudo lhe desabou aos pés. Sentiu-se o homem mais só, abandonado e infeliz deste mundo!

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Outubro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

16
20

23
27

29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds