publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 21 Setembro , 2012, 23:50

 

Faz hoje, dia 21, 71 anos de idade a nossa utente do Centro de Dia Eduarda Gonçalves.

Os nossos Parabéns.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 21 Setembro , 2012, 17:53

Venho apresentar o meu sentir à família e à corporação de Bombeiros de Coja pela perda do Sr. Pedro Brito, num tenebroso incêndio por terras de Arganil (Barril de Alva).

Mais uma jovem vida ceifada!

Se tão horrível catástrofe foi obra de mão criminosa merecia um castigo exemplar. Talvez assim se desmotivassem ocultas e não humanas razões que teriam levado alguém a monstruosidade tamanha.

Não posso deixar de passar, nestas notas, a minha indignação pela falta de respeito pelas vidas e bens alheios que não há nada que os pague.

As minhas condolências.

 

Dalila Pina


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 21 Setembro , 2012, 16:02

O funeral de Pedro Brito, cujo corpo a esta hora (16 horas) está a ser autopsiado, realiza-se amanhã para o cemitério de Meda de Mouros, às 18 e 30m.

Antes o corpo ficará em câmara ardente (já hoje) nas instalações dos Bombeiros Voluntários de Coja, de onde sairá amanhã, cerca das 17h e 30m, em direção a Meda de Mouros, terra da natalidade de Pedro Brito.

Uma verdadeira tragédia está a consternar o concelho de Arganil, com o falecimento dos dois servidores dos Bombeiros Voluntários de Coja, Patrícia Abreu e Pedro Brito, vítimas do incêndio, cuja deflagração teve início nas imediações de Barril de Alva.

Pedro Brito deixa um filho menor de cerca de 6 anos de idade.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 21 Setembro , 2012, 11:59

 

 

Uma notícia que recebemos agora e que nos enche de tristeza. Pedro Brito, de 38 anos, bombeiro da Corporação dos Voluntários de Coja, que se encontrava hospitalizado nos HUC, acabou por falecer, não resistindo às queimaduras graves  que sofreu em todo o corpo, quando procedia ao combate ao incêndio que começou por deflagrar sábado, na zona do Barril de Alva.

Uma notícia, que deixa em estado de choque toda a população da região, em especial a de Coja e a de Meda de Mouros, terra da naturalidade de Pedro Brito.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 21 Setembro , 2012, 10:40

 

É pela Tradição que o homem salva a sua identidade profunda, em constante fidelidade a um projeto que o precede e ultrapassa como indivíduo singular. Por ela bebe da sua nascente original, no movimento do tempo /…/.

 

É verdade que se mudam os tempos e, neste caminhar dos tempos, muitas são as mudanças que se sucedem.

Mas, por mais mudanças que ocorram, permanece a Tradição. Uma Tradição que se renova, nas mudanças do Tempo. Mas, Tradição.

Basta só que se atente à adesão do povo à procissão da Padroeira. Manifestação de fé religiosa, claro que é. Mas é também um apego à Tradição, uma devoção a um símbolo da comunidade, à Padroeira da Terra.

O mesmo se pode dizer da forma como o povo adere a um concerto da sua Banda/Filarmónica. Vê-se no enlevo com que a escuta. Intocável, é a sua menina dos olhos, uma representatividade da sua Vila Cova, a sua Vila Cova, de ontem, de hoje e de amanhã.

 

Nuno Espinal

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Setembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14

20

23
28



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds