publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 07 Agosto , 2012, 18:27

Apesar de estarmos em Coimbra, fomos informados de um grande incêndio que ocorre nas redondezas de Vila Cova, avançando da zona da Digueifel para Anceriz.

Logo que cheguemos a Vila Cova daremos mais pormenores da situação.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 06 Agosto , 2012, 00:34

 

(Foto de Arquivo/Miradouro)

 

 

O calendário da “Flor do Alva” continua muito preenchido, o que é normal no mês de Agosto. Este fim-de-semana a nossa filarmónica viajou até à povoação de Sobral de São Miguel (Covilhã), tendo participado na Festa Anual da Associação local.

Já neste Domingo a viagem foi bem mais curta, até à Digueifel, onde ocorreram as festas em honra de Nossa Senhora do Rosário.

 

Fábio  Leitão


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 04 Agosto , 2012, 17:35

 

 

Eles vão-se “achegando”, dizia alguém cá do burgo, comentando as visitas que nos arribam, quase todas por escassos dias, médias feitas, uma semana.

No amaino da noite, em desagravo aos calores diurnos do estio, os passeios pedonais, que engrossam de gente por estas alturas, até ao miradouro das alminhas, batizado de “escuro”, onde se tagarela sobre tudo e sobre nada.

E sempre as velhas recordações, temperadas de muitas saudades. Dos tempos em que jovens, íamos em grandes grupos, até ao velho rio, e nos equipávamos à vez, na estrumeira de bois do velho salgueiral, com os respetivos calções ou fatos de banho, (biquíni para as mais modernas e de corpos mais maneiros) e galhofávamos nas refrescantes banhocas daquele Alva, então imaculado.

Nesses tempos, tenrinhos nas idades, as saudades, as que havia, eram sempre as do futuro.

E quantas vezes não projetávamos a vida a dois, naqueles olhos que nos enfeitiçavam, naqueles corpos que nos apeteciam.  

Hoje olhamo-nos todos em olhares afeitos a amizades maduras, cristalizadas na força dos já muitos anos. E já trocamos abraços, desejando repeti-los por muitos mais anos.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 02 Agosto , 2012, 18:56

 

 

O movimento de forasteiros está em crescendo e atingirá o paroxismo lá para meados de Agosto. E autarquias do concelho, (Câmara e Junta de Freguesia de Coja) aproveitando esta onda de visitantes, promovem noites de espetáculos, com um reconhecido ecletismo de géneros, em que a principal atração é o Fado, tanto o de Coimbra como o de Lisboa. É assim que amanhã em Coja, na Praça Dr. Alberto Vale, vozes do fado da nossa cidade do Mondego, se farão ouvir, a partir das 23 horas. Entretanto, em Arganil, no Sábado, um nome dos de pódio do fado de Lisboa: Carminho. Uma presença que levará, por certo, a Arganil milhares de pessoas. Mas o Fado de Lisboa também marcará presença em Coja, com um nome muito apreciado no meio fadista: Nuno Aguiar, que se fará ouvir na principal Praça da localidade dia 14, véspera de feriado nacional, a partir das 22 horas.

Mas, nem só de Fado vivem as Festas. Outras atrações, nestes dias de Agosto, poderão ser apreciadas. E há ainda em Coja, neste fim-de-semana que se aproxima (dias 3, 4 e 5) a Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades (conhecida como FAVA). Segundo diz o folheto de promoção, na FAVA “tudo se compra, tudo se vende…e ainda há quem o surpreenda”. E aqui, na FAVA, é a gastronomia a grande vedeta: Enchidos, alheiras, doces, vinhos, licores, aguardentes, queijos, presunto, sopa, tiborna, torresmos, chanfana, bolas de bacalhau, coscoréis, arroz doce, tigelada, boroa de milho, pão d’água e broa de batata. De facto, uma verdadeira tentação.

E Coja aqui tão perto…

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 01 Agosto , 2012, 18:43
 

O Jorge Fernandes tem-nos encantado com os seus óleos que retratam motivos deslumbrantes de Vila Cova. E hoje envia-nos mais uma tela. Mas esta é muito especial. É que o objeto retratado, não sendo uma tela da sua autoria direta, vale-lhe por tudo o que há de melhor na vida. Um neto, acabadinho de nascer, de nome Guilherme. E como nós todos lhe descortinamos as mais belas cores deste mundo!

Parabéns Jorge Fernandes!

Um abraço de todos nós.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 01 Agosto , 2012, 00:16

 

 

À noite, vistos cá de cima, parecem pirilampos, quando nos seus divertimentos se espalham em jogos com “pilhas” nos meandros da Várzea. De dia, mal se enxergam, já que procuram abrigo nas sombras das árvores circundantes ou mergulham nas refrescantes águas do Alva.

Deixam, enquanto o sol se espraia, como vestígios das suas presenças, as tendas dispostas em ferradura e que sobressaem nos seus coloridos diversificados, em contraste com o térreo castanho daquele campo, no passado abastado em milho.

São jovens, estes personagens, em número compensado entre rapazes e raparigas, que todos os anos se instalam na Várzea da Vila, sucedendo-se em grupos durante Julho e Agosto.

De quando em quando sobem à aldeia e deixam no ar o seu alarido e simpatia com cânticos e ditos coletivos.

Sinais que marcam, ano a ano, estes outros verões do pulsar de Vila Cova.

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Só para salientar o segundo golo do COJA é perfeit...
No Facebook está o vídeo do segundo golo caso algu...
Parabéns à Clarinha. Também tenho uma neta, que se...
Agosto 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
17
18

21
22
24

26
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds