publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 27 Maio , 2012, 12:31

 

 

Houve quem o fizesse. Seiscentos quilómetros de ida e volta, feitos no mesmo dia. Mas, pelo convívio vale sempre a pena. Pelo convívio e pelo reencontro, onde se trocam abraços sinceros, se comprazem recordações, se arrebata o passado.

O “V Encontro da Malta” foi o êxito esperado. Encontro de amigos, alguns velhos amigos de há mais de cinquenta e até sessenta anos, encontro de afetos.

Venha o VI.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 27 Maio , 2012, 12:21

Aos poucos a Praça foi-se enchendo e à noite já comportava uma multidão de gente. Os grupos e artistas iam-se sucedendo, perante o entusiasmo de vilacovenses e visitantes.

A primeira atuação aconteceu com as “Frans”, Tuna Feminina da Universidade de Coimbra.  Depois subiu ao estrado o Rancho “As Flores de Casal de S. João”. Ainda era dia, foi a vez do “Grupo de Cavaquinhos de Oliveira do Hospital”. Caiu, entretanto a noite. Muito povo para assistir à atuação da Filarmónica “Pátria Nova de Coja. A finalizar, o grande momento: O “Magana Traditio”, Grupo de Fados de Coimbra.

Um segundo dia desta “III Mostra” e mais uma vez um êxito.

 

Nuno Espinal

 

 

 

 

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 27 Maio , 2012, 11:38

 

Ontem, cerca das 18 horas, Vila Cova foi marcada por um acontecimento de grande importância para a perpetuação da sua história: O lançamento do livro “O Convento de Santo António de Vila Cova de Alva - Um marco religioso da Sintra das Beiras”, da autoria de Victor Cardoso.

A sessão foi dirigida por Nuno Mata, peça fundamental para que esta publicação fosse lançada ao prelo, pelas diligências com que se empenhou e pela sua participação na composição gráfica, desenhos e fotografias do livro.

Contudo, como diria Nuno Mata, esta obra a existir só de deve porque teve um autor: Victor Cardoso.

A sessão teve intervenções, para além de Vitos Cardoso e de Nuno Mata, do Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Santa Casa de Misericórdia de Vila Cova, a quem se deve a edição do livro, Oliveira Alves e da vereadora do pelouro da cultura do Município de arganil, Paula Dinis.

Foram vendidos no primeiro dia quase 100 exemplares desta obra, que passa, a partir de agora, a poder ser adquirida nos Serviços do Centro de Dia.

 

Nuno Espinal


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


20
25



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds