publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 18 Maio , 2012, 18:07

Louvo a iniciativa da Santa Casa da Misericórdia.

São estes pedaços do passado que dão ainda sentido e felicidade ao presente pelas recordações vivenciadas outrora.

A evolução demográfica da população aponta para que não faltem actores; resta saber se o Estado estará ou não em condições de apoiar o funcionamento das instituições sociais, entre as quais se encontra a Santa Casa. Dessa circunstância dependerá a capacidade de poder proporcionar a felicidade ao grupo dos mais velhos, de que faremos parte, inexoravelmente, basta passar mais algum (não muito) tempo.

Por isso, o desafio que se coloca à sociedade é o de tornar feliz o envelhecimento, desafio esse a que não podemos - nem devemos - regatear esforços.

Que sejam proporcionados aos nossos mais velhos momentos de lazer como estes - tão simples, tão baratos e, afinal, tão significativos - é o que verdadeiramente desejo.

 

José Manuel Oliveira Alves


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 18 Maio , 2012, 07:12

 

Há ainda quem o faça. Colhe-se a espiga, enfeita-se com flores campestres e coloca-se o ramo atrás da porta até o ano seguinte. E dantes ainda se fazia mais. Famílias inteiras dirigiam-se às fazendas onde merendavam. E era em pleno convívio e confraternização que apanhavam espigas de trigo e as compunham em ramos com folhagem de oliveira e flores do campo, como malmequeres.

Mas, contar-se-ão pelos dedos os que ainda se conformam à tradição. Que em definitivo, não tarda, se perderá. Restam ainda os mais velhos. E aqui, na nossa Vila Cova, a família, a que ainda vai comemorando o dia da espiga, até já tem outra composição. Família sim, mas a do Centro de Dia. Merenda na Capela do Alqueidão, conversa, recordações e até a velha suecada.

Lá pela tardinha haveria de cair o pano no palco deste dia da espiga. E um dia virá, sem atores que o queiram representar…

 

Nuno Espinal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


comentários recentes
O meu profundo sentir á minha querida amida Sra D....
os azulejos lhe davam valor e beleza. muito perdeu
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
Maio 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12


20
25



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds