publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 19 Fevereiro , 2012, 22:42

 

Surgiu há dias no “facebook” uma página que se intitula, já depois de alterado o nome inicial, “Grupo de Vila Cova de Alva”. Em boa hora esta página surgiu. Como em boa hora o seu inicial nome foi alterado, pois “Amigos de Vila Cova” para além de ser potencialmente restrito no número de adesões coerentes com a definição semântica do título da página, iria, porventura, provocar ditos jocosos e maledicentes, nada coincidentes com a ideia e espírito que presidiram à criação, desta página.

“Amigos de Vila Cova? Mas o que é que essa gente faz por Vila Cova para serem amigos de Vila Cova?”

Há sempre gente, ainda que felizmente minotitária, para este tipo de comentários desbocados e maldosos. Sei do que falo.

E ponto final neste assunto.

Vamos então à página, que merece os maiores aplausos, dirigidos especialmente ao seu principal, senão único, autor: O José Artur Leitão.

A página pretende ser, e se não era essa a intenção é nisso que se está a afirmar, um instrumento de conversação de amigos e conhecidos (e até desconhecidos) que entre si se ligam por um vínculo: a sua envolvência, se bem que uns mais, outros menos, outros quase nada ou muito pouco, com Vila Cova.

Diz-se que as conversas são como as cerejas. E no que pudemos observar nestes ainda reduzidos dias da existência desta página, várias têm sido as temáticas, espontaneamente surgidas, quase todas a envolverem Vila Cova, principalmente a sua história recente, com relatos de muitos factos e momentos, uns tratados em tom mais sério, outros pejadinhos de muito bom e saudável humor.

Vale a pena ir à página. Eu, repito o que nela já escrevi, “vou ser fã”.

Parabéns caro José Artur Leitão.

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 19 Fevereiro , 2012, 00:15

Cada um acha prazer onde o encontra. E porque assim é, no Centro de Dia, um grupo, mais folião, optou por ir até Coja gozar o Carnaval das IPSS(s) do Alto Concelho, enquanto outro grupo, à evidência mais pacato, se decidiu por, tranquilamente, ficar aos abrigos do frio, nos calores de uma crepitante lareira, enquanto  saboreava um bom chá com deliciosos bolos lêvedos.

 

Fotos: Andreia Tavares

 

 

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

18

23



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds