publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 20 Setembro , 2011, 23:47

Nasceu ontem, dia 19 de Setembro, em Lisboa, no Hospital dos Lusíadas, a menina Diana Filipa, filha da Drª. Elsa Gordo e do Sr. Paulo Barroso.

A Diana é neta paterna dos vilacovenses Sr. Fernando Francisco Ribeiro Gordo e da Srª. Dª. Maria Fernanda Inácio Simões e neta paterna do Sr. Albino Donato Barroso e da  Srª. Dª. Maria Dialina Teixeira.

A Diana e a mãe encontram-se bem de saúde.

Endereçamos aos pais e avós os nossos Parabéns e desejamos as maiores felicidades à Diana.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 20 Setembro , 2011, 15:18

 

Era linda de morrer. Morena, cabelos pretos luzentes, olhos de sonho, um corpo de harmonia sensual. Foi-me apresentada por um amigo de ambos, conversámos, culta, desinibida, adversa a preconceitos, discurso fluente, cativante. Chamava-se Joana, deixou-me siderado.

Um belo dia, um domingo de Agosto, percorria, em corrida moderada, como prática desportiva que me era usual, as areias molhadas da maré baixa das praias que se estendiam entre a Fonte da Telha e o Meco. Uma hora de corrida para lá, outra para cá. Entre as várias praias que se sucediam, aqui e ali pequenas bolsas de locais, particularmente acordados, disponibilizados a nudistas. Como as minhas corridas eram efetuadas cedo, raramente encontrava alguém nesses recônditos lugares dos “pelotas”, como havia quem lhes chamasse.

Só que nesse domingo, precisamente numa dessas praias de nudistas, uma voz me chamou: Nuno, Nuno! Olhei, vi dois vultos, um homem, uma mulher. Caminhei ao encontro. Quem me chamava era o tal amigo. Ela era a Joana. Meu Deus, a Joana, ali toda em pelo, corpo escultural, linda, como sempre, a sacar da apatia o mais frio dos mortais! Continuei a aproximar-me, primeiro sem pinga de sangue, depois com calores, a reforçarem-me os da corrida, a tremelicar, sem jeito na pose. Todo atordoado, e de tal modo atordoado que, logo que ao pé deles cheguei, eu, do reino dos costumes e macholas latinos, dei dois beijos ao amigo e um cumprimento à Joana.

Hoje o amigo e a Joana estão casados. Foram pais e estão prestes a ser avós. Ainda recordamos esta história e, como sempre, com uma apetecida gargalhada.

 

Nuno Espinal


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9

16

18
21
24

30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds