publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 17 Julho , 2011, 07:35

 

É sina das instituições culturais viverem em permanente situação de dificuldades financeiras. A “Flor do Alva” não foge à regra e vê-se, neste âmbito, a toda a hora confrontada com dificuldades, só superadas pela mestria de exercícios de poupança de quem a rege e pelo recurso a expedientes, que lhe têm permitido ultrapassar os vários obstáculos e necessidades que lhe vão surgindo.

A compra de instrumental, por desgaste do existente ou porque novas exigências o reclamam para a sua afirmação artística, é sempre um rombo na sua economia, dado o preço a que qualquer instrumento se adquire no mercado.

Ora a Flor do Alva necessita com a maior urgência de adquirir uma “tuba”. Um instrumento dos mais caros, mas imprescindível para o todo harmónico e qualidade artística a que já nos habituou nestes últimos anos.

Para esta aquisição, a Direcção da Flor do Alva vê-se forçada a lançar uma campanha de angariação de fundos, que oportunamente será, com melhor explicitação, divulgada.

Vamos pois ajudar a nossa Flor do Alva. Vamos provar o orgulho e muita estima que todos lhe devotamos.

 

Nuno Espinal

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Julho 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

15

22

27
29

31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds