publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 25 Maio , 2011, 06:10

 

Ainda a grande festa da “Mostra” não se realizou já a grande festa que vai ser o “S. João” está a ser preparada. Para tanto as mordomas deste ano já andam de casa em casa, no fito de uma recolha a mais profícua possível. Amigos, vamos lá ser generosos. Se as simpáticas mordomas merecem, então o nosso simpático “S. João” nem se fala!...


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 23 Maio , 2011, 09:06

 

 

Dia 27 de Maio (Dia dos Tradicionais Coscoréis e Bolos Lêvedos)

 

19 Horas: Sessão de Abertura com História com Apresentação Pública  do Plano de Aldeia de Vila Cova de Alva, no âmbito da integração na Rede das Aldeias do Xisto pela ADXTUR;

 19,30: Apresentação de Expositores;

20: Jantar;

21: Cantigas da Rua Tocata Local;

22: Concertinas Montes Hermínios;

 

Dia 28 (Dia do Bucho de Vila Cova de Alva)

 

9 Horas: Abertura – Participação do Programa “de terra em terra” (RCA e Arganil TV)

10: Filarmónica Flor do Alva;

11: Mostra de Jogos Tradicionais;

12: Rancho Folclórico Flores Casal de S. João;

13: Almoço com Tradição;

15: Mostra de Jogos Tradicionais;

16: Tuna Cantares de Coja;

18: Rancho Folclórico Flores de Casal de S. João;

19: Associação Filarmónica de Arganil;

20: Jantar com História;

22: Fado de Lisboa e de Coimbra;

 

Dia 29 (Dia dos Queijos Locais)

 

12 Horas: Abertura;

13: Almoço com Tradição

15,30: Grupo de Cantares de Vila Pouca da Beira;

16,30: Grupo Etnográfico Raízes do Sobral Gordo;

18: Tuna de S. Martinho da Cortiça;

19: Filarmónica Flor do Alva;

20: Sessão de Encerramento.

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Domingo, 22 Maio , 2011, 09:30

 

Está marcado para a próxima quarta-feira um passeio, oferecido pela Câmara à População Sénior do concelho, tendo por principal destino a vila de Alcobaça. O passeio inclui ainda visitas a S. Martinho do Porto e à Nazaré.

Segundo o Município “com esta viagem-passeio pretende-se proporcionar à População Sénior momentos distintos do quotidiano, fortalecendo redes de sociabilidade e, simultaneamente, possibilitar o acesso a locais para muitos ainda desconhecidos”.

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sexta-feira, 20 Maio , 2011, 23:25

 

 

 

 

Hoje, todos amadurecidos na idade, distribuímo-nos, no universo do tecido partidário, uns pela esquerda, outros pela direita e a grande maioria pelo centrão, este com as suas nuances que a diatribe dos políticos cria a ilusão de mais divergente do que na realidade é.

Mas, quando jovens, ferventes de ideais e crença, quem de nós não se manifestou revolucionariamente (ainda que com as ameaças  dos tenebrosos olhos e ouvidos pidescos), pela liberdade, pela igualdade, pela justiça social?   

O Maio de 69 seria um tónico que nos revigorava o “animus” dos ideais. E a figura de Che Guevara, mesmo depois da sua morte em Outubro de 1967, impunha-se-nos a todos, talvez, em parte, pela chama do romantismo revolucionário que irradiava.

Aos poucos toda essa chama se esfumou. Certos, hoje? Sei lá e falo por mim. É que nesses tempos pelo menos acreditava…

 

Nuno Espinal


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 19 Maio , 2011, 22:19

 

O passado é infinito,

Mais infinito que o infinito do horizonte.

Porque o infinito do horizonte olho-o, é imaginação, não existe, é ilusão.

 

Tangem langores e saudades as badaladas do campanário…

 

Perto as memórias da saudade.

E o passado longe, cada vez mais longe, infinitamente longe…

 

Nuno Espinal

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quarta-feira, 18 Maio , 2011, 18:06

 

 

Este “IV Encontro da Malta” até cartaz tem. A elaboração, ainda que com arranjo gráfico da Madalena Madeira, é do Antero Madeira, sempre disponível e empenhado na organização e nos êxitos que estes “Encontros” têm sido.


publicado por Miradouro de Vila Cova | Terça-feira, 17 Maio , 2011, 06:34

Para o IV Encontro da Malta o prato do menu parece estar escolhido: Bacalhau à Lagareiro. Quanto aos doces a escolha está definida logo à partida. E haja quem a contrarie! Em Vila Cova, doces? Claro, só podia ser: A velha Tigelada e o sempre divinal Arroz Doce. E o Quim Espinal que o diga:

 

 

"Cá por mim, havendo "tigelada" e "arroz doce", bem à moda de Vila Cova, já se justifica o repasto. Acima de tudo, o que importa é a emoção do reencontro da "malta". É o Abraço da Amizade que nos une e a lembrança desses Verões memoráveis que Vila Cova nos proporcionou e nos quais, tão generosamente, nos acolheu. O fiel amigo é uma boa opção. Com abatatinha a murro, etc.

E VIVA A MALTA! E VIVA VILA COVA!

Abraços.

 

Quim Espiñal"

 

  


publicado por Miradouro de Vila Cova | Segunda-feira, 16 Maio , 2011, 08:34

 

Um dia de sol, com muito calor. Missa e Procissão de manhã, a Flor do Alva à tarde com o “Concerto Primavera”. De permeio, o tradicional almoço da Santa Casa, que reuniu em convívio músicos, maestro e dirigentes das duas instituições.

Muitos fiéis nas manifestações religiosas e muito Povo no Concerto, que teve ainda a presença do Dr. António Cardoso, vereador da Câmara, que teceu palavras de grande elogio à qualidade musical da Flor do Alva.

 

 

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Sábado, 14 Maio , 2011, 09:12

 

Em momento especial para a nossa terra, recentemente incluída no grupo das “Aldeias do Xisto”, é lançada a terceira edição da obra “Vila Cova de Alva vista à lupa” da autoria de Nuno Mata. Esta obra, que aborda aspectos da história, etnografia  e arquitetura  de Vila Cova, constitui, a par de estudos já publicados das autorias da Professora Doutora Regina Anacleto, do Padre Januário, de Carlos Gabriel e  da Drª Teresa de Abreu Mesquita, um importantíssimo documento   cuja valia, de grande mérito no presente, perdurará  como de grande utilidade e informação no futuro.

Uma referência à Junta de Freguesia de Vila Cova, promotora desta edição, a qual vai estar à venda no espaço da realização da “Mostra de Sabores e Lavores”, que decorrerá de 27 a 29 deste mês e que mereceu do próprio autor da obra estas palavras, registadas no seu Mural do Facebook:

“A pedido da Junta de Freguesia de Vila Cova de Alva, está pronta a 3ª Edição... com as restantes 2 são 1000 exemplares desta obra disponibilizados ao público! A minha maior tiragem de sempre. Pequena, mas orgulhosa!!! Ainda há autarquias que procuram os seus escritores, o que se aplaude!”

 

Nuno Espinal

 


publicado por Miradouro de Vila Cova | Quinta-feira, 12 Maio , 2011, 22:59

 

 


comentários recentes
Pode publicar. Achamos importante que o faça. Obri...
É uma informação muito importante.Espero que não s...
O texto relaciona.se, de facto, com minha tia e ma...
Sim, de facto Maria Espiñal, minha tia, era escrit...
Minha Mãe sempre me disse que a madrinha dela era ...
Uma foto lindíssima.
Olá :)Estão as duas muito bonitas.Ainda bem que a ...
PARABÉNS à nossa FILARMÓNICA!
O post anterior é assinado por mim Nuno Espinal
Não estive presente no jogo e nunca afirmo o que n...
Maio 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13

15
21

24



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds